A Morte Não Existe

Mensagens, depoimentos e informações sobre a história da Joyce

Arquivo para novembro, 2011

Tenda do Umbu totalmente renovada…ótima dica para o findi…

A tenda do Umbú, na Rota Romântica do RS entre Morro Reuter e Picada Café (BR 116 Km 203) inovou.

É um dos points preferidos para famílias passarem um agradável fim de semana, aproveitando a clima da Serra Gaúcha. E agora com a criação de um grande pátio com mesas e serviços, além de brinquedos para crianças ficou ainda mais agradável.

Vale a pena o passeio para admirar as paisagens da linda estrada – um dos passeios prediletos da Joyce – e almoçar ou simplesmente fazer um lanche para desfrutar este espaço realmente muito bom.

Lembro que a Tenda do Umbú é um parceiro de primeira hora e dispõe sempre de livros, que agora podem ser lidos à sombra de umbuzeiro, e outras arvores!

Para os mais animados tem música ao vivo, que inclui a apresentação de uma “bandinha alemã”.

Programem esse passeio, e curtam nossa natureza! Vai aí o convite:

Convite

Fiquem na Luz!

Feira do Livro novamente!

O tempo passa – o tempo voa! E chegou a Feira do Livro de Porto Alegre novamente!

Este ano mais espaçosa, aproveitando que a Praça, em recuperação, já esta voltando ao normal!

Visitei a feira no fim de semana e fiquei muito feliz por ter encontrado o meu livro em várias bancas!

Na verdade ficou mais fácil já que a nova capa esta mais chamativa….e muito mais bonita!

A Feira de Porto Alegre é realmente um evento incrível, divulgando e incentivando o hábito da leitura. Fiquei impressionada com a quantidade de jovens!

Recomendo uma visita aproveitando estes dias lindos de primavera com que estamos sendo brindadas.

Fiquem na Luz!

Finados – Dia para homenagear e não para ficar triste!

Finados é uma data que deveria ser de homenagem e não de tristeza.

Porque chorar a morte se A Morte Não Existe?

Existe apenas a passagem de um estado para outro, de uma dimensão para outra.

A essência da alma continua.

Homenagear as pessoas que já partiram, é lembrar os bons momentos compartilhados juntos.

Não importa quanto tempo elas ficaram ao nosso lado, mas sim, a essência do que foi vivido e compartilhado. Do aprendizado, do amor e da alegria desta convivência. Estas lembranças devem ficar para sempre na nossa memória e devem priorizar sobre qualquer outra dificuldade ou dor.

Afinal, como disse a Joyce:

Eu não quero ninguém no cemitério.

Eu não estou lá.

A morte não existe

Eu estou viva.

Eu estou bem.

Eu estou feliz.

Eu amo vocês.

Eu estou sempre com vocês. 

A volta para nossa origem é a coisa mais certa que existe desde o primeiro dia em que fomos concebidos.

Porque lamentar então?

Vivamos cada dia com entusiasmo e amor. Busquemos o conhecimento das leis divinas para que possamos aplicar aqui, nesta dimensão, aquilo a que nos propusemos para cumprirmos com nossa missão satisfatoriamente.

Viver não é seguir um caminho e sim mudá-lo para melhor.

A plenitude do amor está em fazer a diferença! 

Fiquem na Luz!