A Morte Não Existe

Mensagens, depoimentos e informações sobre a história da Joyce

Arquivo para dezembro, 2012

2013: o ano multivibracional será regenciado pelo sistema central da galáxia.

Recebemos do nosso querido Sérgio esta mensagem ditada por Égueybê:

2013: o ano multivibracional será regenciado pelo sistema central da galáxia.

Escrito por Égueybê Rá Yam Tôalá
quinta-feira, 20 de Dezembro de 2012 17:33
http://www.uthoi.com.br

Olá Crianças da Luz,
Sabemos que poucos seres e raças humanas com diferença de inteligência não poderão observar as nuanças da navegação do oculto núcleo da regenciação da Lei de Atração, Sustentação e Modificação do sistema íntimo das inúmeras galáxias que flutuam na imensidão do sustentável vácuo do Eterno sob a Lei do Equilíbrio de Deus das Trevas-Luz-Verbo.
Diferenciam-se os anos-Luz/Trevas por divisibilidade de pulsar para todos os anos-Luz margeando as zonas periféricas da expansionalidade criacionista sistêmica. Assim ocorre com o que é diferente no não-observar: o que flutua em cada contagem binária dos átomos quânticos na intimidade de todos os corpos e astros na gama lei Alfa & Ômega da freqüência mutante no Universo Teta, cronometragem divergente diária, unidade de ultrapassagem das flutuações por sistema cosmo-planetário e divisor dos Hélios-Luz. Também ocorrerá na quintilionésima ação-giro inversa do movimento relacionada à movimentação cosmo-galaxial por ciclo de desdobramento entre supercordas e íons-raios atomizados do núcleo íntimo Sol gerador da galáxia administrado na freqüência dos Seres Arcanjos da Bainha da Espada dos Quadrantes do Centro de Fogus dos Orbes do Centro Administrativo dos Conselhos do Sistema dos Arcanjos da Espada da Justiça de Deus.
Isso significa que o tempo da linha do ano multivibracional de 2013 para as próximas eras movimentará inúmeras mudanças. Refletirá em um aumento de energias no íntimo de cada corpo celestial por orbitação das estrelas e sistemas solares em pontos divergentes. Tal processo agirá nos movimentos e orbitações desde os momentos nos quais o núcleo de sua galáxia girou em torno da inclinação do Sol Regente do Sistema de Fótons da Fonte Que Tudo É. Afetará a dominância de orbitação de Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno, Terra e de outros planetas maiores que serão identificados nas próximas eras margeando a galáxia matriz de corpos relativamente grandes. Nas órbitas ressonantes de outros objetos identificáveis por entre alguns cinturões e que se diferenciarão dos satélites e planetas. É o novo berço de novos eventos de destinos no nível da consciência para o que consideram transformação de consciência.
O acontecer em cada acontecimento por evento de quem considerar destino terá ciclo quadrimestral nos pulsares luminais. Para sua compreensão, significa que sol receberá influência, primeiro, dos raios-sombra e raios-vácuos ectoplasmáticos do centro do núcleo da galáxia alternando-se em 1.000 tormentas de explosões solares de meio de segundo. Tais explosões se propagarão em ondas de ressonância que acelerarão as mudanças de giros desde o núcleo planetário. Também acelerará o avistamento de luminescências diferenciadas, provocando alterações de graus sensíveis por radiância em tudo que possui combinação com o Sopro Vital do Eterno de Deus. Notadamente, as radiâncias multidimensionais influenciarão o reino mineral, vegetal e animal.
Essas coincidências não fazem parte do imaginável quebra-cabeça místico holístico que determina que o tempo da linha do tempo não receberá influência unicamente do quadro da astrologia zodiacal. Muito menos receberão dos santos, serafins, querubins, arcanjos ou orixás fulano-de-tal. Os ciclos terão influência do Centro do Tao no relógio cósmico planetário que unifica todos os sistemas planetários com a divisa do relógio do equador celeste. Traduz-se como ajuste da acomodação do sistema galaxial para nova zona ecológica em relação ao sistema dos Superuniversos.
Qual será o conhecimento sobre Deus Pai-Mãe que precise ser respeitado nas novas mudanças aos viventes do planeta Terra?
Os ciclos das estações terão significado de mudanças. Por vezes alguém poderá interpretar que serão de segundos para minutos a cada hora na soma para a agricultura, pecuária, economia, política e religião. Atravessará a emocionalidade humana para que aprendam e ensinem os próximos caminhos evolutivos humanistas por entre os obstáculos e possíveis dificuldades. Acontecerá muito mais aos acomodados neurossensitivos psico-pedagógicos dramáticos tupiniquins.
Diversas civilizações passaram pelo planeta de vocês. Mas quem tem memória da tomada de juízo que ensine a coletividade a enfrentar, no racional, as limitações, restrições, adoração e obstáculos do vexame emocional oportunista em sua evolução material e espiritual? São vexames mantidos por tradições astrológicas, místicas e religiosas para a próxima superstição do adiamento do apocalipse por um messias qualquer.
Entendam que o universo está dando aquela oportunidade individual de restaurar a particularidade de sua vida para ressoar a todos. Nas inúmeras conexões, que sejam consorciados com o micro e o macro por entre um para que todos seja um nas aldeias, vilas, cidades, países e nações da globalização a qual todos estão sujeitos.
Na motricidade neurovegetativa de cada um e na memória, poderá existir a diminuição da distância entre o efeito e a causa do fator autopunitivo e maldoso que tenciona gerar na mente a não resposta do que é como humano encarnacionado. Assim ocorrerá independente do que é especial ou não em meio ao profano e divino de cada um sob o quadro da polaridade emocional. Acontecerá nos caminhos materiais ou espirituais para o confronto íntimo entre os homens no desejo de crescer consciente.
A religiosidade será mantida por outras proibições de esquemas paralisadores neuro-psico-emocionais. Transferirá a contínua dúvida a cada um e de si para o próximo do próximo: o que será que aconteceu para as mentes não amanhecerem com os novos raios que o universo conspirou a quem não interpretou.
Lágrimas e memórias do passado não serão a presença da Paz Profunda desejada para o Namastê do amém de alguém.
Que o reencontro do próprio Espírito Submatriz abra a luz do Espírito Matriz de sua atomização que provém da Vida de Deus. Assim seja presente essa presença. Amém.

Desejo a todos um Natal Feliz e um 2013 de muita paz e realizações.
Fiquem na Luz!

Anúncios

Um pequeno detalhe poderá mudar a vida de alguém…

Encontrei esta mensagem na pagina 237 do livro da Joyce. Me parece apropriado, não só por estarmos em período de festas quando o livro é um ótimo presente, mas como atitude permanente para divulgar…

“Livros. É o maior elo entre o humano e a sabedoria. Facilitar acesso a quem não tem. Emprestar, girar as informações através deles.
Discretamente pode-se ir levando informações a quem precisa. É uma maneira rápida de despertar os corações para algo além, maior…
Comecem assim, emprestando o que tens em casa, depois o giro vai se formando e crescendo. Um número cada vez maior de pessoas serão beneficiadas.
Neste período de transição, muitos terão que despertar rapidamente. A leitura adequada ajudará neste despertar. Há maneiras simples e diretas de ajudar. Uma opinião no momento certo, um abraço fraterno, um gesto, um exemplo, uma mensagem… devemos estar atentos a cada sinal e repassar o máximo de informações. Muitos não entenderão nada, mas outros despertarão.
Como o despertar da consciência está muito acelerado, um pequeno detalhe poderá mudar a vida de alguém. Portanto, não desperdice nenhuma oportunidade. Alguém carente está nos aguardando em algum lugar, em algum momento.
Se cada um conseguisse abrir seu coração, tudo seria tão mais fácil! As pessoas construíram uma armadura de ferro em volta de si que e pensam que assim estão protegidas. No entanto estão bloqueadas de qualquer sentimento. Não dão, nem recebem. Não ajudam, mas também são esquecidas. De que afinal estão se protegendo? De si mesmas. Elas não imaginam que quanto mais se dá, mais se recebe; quanto mais se ajuda, mais se é ajudado; quanto mais se ama, mais se é amado.
Quando todos realmente conseguirem fazer esta entrega incondicional, estaremos formando outra civilização. Estaremos vivendo num novo mundo, perfeito, de amor, de solidariedade, de respeito ao ser humano.
Isto é possível e é para isto que estamos trabalhando. Para atingirmos este grau de perfeição!”

Vamos praticar…
Beijos, e fiquem na Luz!

A nossa Arvore de Natal – 2012

É Natal – e a Arvore esta montada de novo!

A nossa Arvore em 2012

A nossa Arvore em 2012


Mais uma vez o Natal vem aí.
Joyce adorava montar a arvore, com centenas de adornos e enfeites coletados ao longo dos anos.
É nossa tradição…
São mais de mil lampadas...

São mais de mil lampadas…

Este ano, pela primeira vez, os nossos netinhos Camila e João Miguel enfeitaram a arvore!
Foi uma farra!
São muitos os enfeites…

São muitos enfeites!

São muitos enfeites!


Todo ano acrescentamos alguns novos enfeites natalinos.
Floco de Neve...

Floco de Neve…


Na vespera, a hora mais esperada pelas crianças é o momento dos presentes dispostos ao pé da arvore!
Uma pomba da Paz...da Unicef

Uma pomba da Paz…da Unicef


Assim vamos mantendo esta tradição Cristã!
Boas Festas, e tentem manter a magia do Natal e do Papai Noel permitindo os sonhos das crianças!

Beijos, e fiquem na Luz!

Novas capacitações sensitivas em 2013

Recebemos a canalização abaixo de Sérgio Ajabiim:

“Novas capacitações sensitivas em 2013, Escrito por Égueybê Rá Yam Tôalá
Sexta-feira, 07 de Dezembro de 2012 03:37
http://www.uthoi.com.br

Olá Crianças da Luz,

Seria engraçadamente mais que demais engraçado se por acaso houvesse alguém no planeta Terra que conseguisse traduzir cada motivo das inúmeras variáveis de dificuldades na emocionalidade relativa à posição exata da origem migratória do Espírito Matriz de todos que ultrapassam o sistema do Cinturão de Fótons da Fonte Que Tudo É. Se conseguisse fazê-lo naquilo que pertence às informações sobre a variação de personalidade na Alma Persona que contém, em sincronicidade, as evidências astrológicas sobre a formação e aceitação política, religiosa e cultural de todos. Tais evidências distanciam as personas encarnacionadas do que é absoluto sem a relatividade de suposição de a Carta Estelar ensinar os registros que fazem parte da Memória Quântica.

Os íons-raios atomizados possuem o quadro do dobro do fator ectoplasmático cósmico galaxial. Contêm dados da organização da Inteligência Espiritual, transferida como registro a todas as células entre os níveis de posição do aspecto de diferença. Na forma de ponto base, as funções primordiais dos motivos dos humanos, seres, espécimes e coisas pertencem ao ciclo de pendência da trajetória de todos os Voluntários e Peregrinos como Filhos do Eterno na empiria das modalidades de sobrevivência. A interpretação da sustentabilidade dos inúmeros oráculos (védicos, cabalísticos, xamânicos, chineses, zodiacais siderais etc.) na posição de expectativa das atribuições do apocalipse pessoal com influência de cada particularidade ressoa em todos que respiram, fazendo-os sofrer mutações e transmissões. Vivem o que pertence às inúmeras personalidades de Espíritos Luminais como mediadores entre o Céu e a Terra. Prevêem e interpretam todos os sinais abaixo da divisa do Relógio Cósmico Celeste do centro divisor do Tao do Equador Celeste. Dão a importância da máxima precisão de todos os movimentos por unidade de nascidos. E, principalmente, respeitam sem sensacionalismo as diferenciações regenciais das crianças Cristal, Perolada, Índigo, Jardineira e Abiku em meio às memórias de vultos da histologia que provocou e provoca a persuasão da natividade da verdadeira Inteligência Espiritual.

No silêncio oculto do vácuo existe a presencialização de seres que regenciam a propagação dos raios do Verbo de Deus. Para muitos, tais seres podem ser representados por qualidades de tipos de Espíritos Luminais. Para alguns, correspondem à população de hierarquias que permeiam o padrão cultural das entidades da Fraternidade Branca, Santos, Anjos, Serafins, Querubins, Orixás ou Comandantes Estelares na configuração dos Seres Censores dos Odús do Eterno de Deus. Enveredam-se em meio a seres de nomes impronunciáveis que pertencem à raiz-matriz de dialetos muito anteriores ao aramaico erudito das civilizações Yabocrithy (precursora da raça-matriz pré-adâmica). Esses seres nem sempre possuem consolidação dos genes-íons de divisas de freqüência com os Seres Arcanjos da Bainha da Espada dos Quadrantes do Centro de Fogus dos Orbes do Centro Administrativo dos Conselhos do Sistema dos Arcanjos da Espada da Justiça de Deus. Nas próximas Eras, não estarão apontados em livro nenhum sobre Deus.

Se todas as benções provêm para cada um de todos nós, conservar e saber ouvir a voz de Deus pelos modos de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo não separa a consagração das coisas santíssimas mantidas por inúmeras pessoas. Isso independe dos exemplos passados, das experiências espirituais que possam eliminar a insegurança no suposto temor inconsciente coletivo de Conhecer a Si Mesmo em ressonância com o propósito de servir a Deus.

Que entendimento acontecerá para quem possui abundantes benções como auto-identificador de Dons podendo beneficiar a si e ao próximo? Quem poderia fazê-lo involuntariamente de imaginar o que se interliga ao contexto do intelecto-emocional e psicoespiritual? Que seria resgatar a alma para quem se lembra do momento da migração de passagem e compreender a Roda de Samsara (o ciclo reencarnacional) como passagem adaptacional por outros planetas ou pela última galáxia vizinha para cada um se aproximar de não mais desperdiçar a própria vida?

Independente da qualidade de sensitividade por modalidade mediúnica que estiver cheia de sensação de utilidade pública, há alguém que possui, no vazio íntimo, a insatisfação do selo da balança do ibope por entre os Espíritos Luminais além das entidades. Isso acontece até mesmo a quem conhece de forma literária Saint Germain, Kuanin, Maria, Kuthumi, El Morya, Lanto, Paulo Veneziano, Hilarion, Rowena, São Miguel, Serapis Bey, São Jorge, Buda, Pórtia, Metraton, Mestre Jesus, os Avatares e inúmeros Mestres Ascensionais que transmutaram para outros tipos de raios que não mais pertencem a Era de Aquário.

Tal feito independe da Ordem da Estrela dos dirigentes invisíveis dos mistérios do sistema dos Seres Censores dos Odús do Universo da Onisciência, Onipotência e Onipresença que possam aquebrantar memórias hebraicas ou judaicas. No paralelismo com os Lanonadecks, Voronandecks, Melquisedecks, Goronandecks, Rorantilanona-decks e demais seres, em meio aos Caboclos, Pretos Velhos, Ciganos, Santos, Anjos e Orixás, muda o que não precisa ser identidade associativa com a cultura ocidental ou oriental para anular a insatisfação daquilo que difere as ciências sagradas. Não ameaçará o futuro onde balançarão as novas formalizações quânticas que pesam as Almas para possuir sorte além da espreita espera do novo Messias. Na simples identificação de todos os fatores por si, farão o entendimento da necessidade de mudança profunda no modo como cada persona e sua sociedade têm um bom relacionamento. Também ocorrerá para o que possa elevar os padrões espirituais harmônicos aos paradigmas globais na cultura supérflua alternativa. Assim ocorrerá para o que seja real e viável independente das próximas catástrofes anunciadas com tanto vigor.

Que a interação entre a vegetação, animais, humanos e o planeta como decreto-lei da fuga do efeito da criminalidade particular ou coletiva não seja a vaidade dos próximos vaidosos para quem anseia pelo resgate de qualquer nave interestelar.

Unifiquem o oposto do oculto da consciência da ansiedade. Façam-no naquilo que pertence à expansão da consciência com a lembrança da restauração da verdadeira qualidade sensitiva para não mais transferirem lembranças dos supostos falsos profetas ou não por etnias políticas e culturais. Que seja possível eliminarem também as profecias tupiniquins entre outros tipos de xamânicos que não terão orientação das propriedades dos ventos, fogo, terra, ar e águas que sirvam a todos os viventes. Independente da consciência do cérebro e coração, que vocês sejam capazes de compreender o que acontecerá na não-fenomenologia das trocas de energias dos raios provindos do sistema centralizador e equilibrador do centro de sua galáxia.

As trocas da nova força da natureza serão regenciadas por Eloins Tronais dos Seres Arcanjos da Bainha da Espada dos Quadrantes do Centro de Fogus dos Orbes do Centro Administrativo dos Conselhos do Sistema dos Arcanjos da Espada da Justiça de Deus. Isto sensibilizará pensamentos, sentimentos e ações. Pouco a pouco serão eliminadas e desprogramadas as toxicidades da cortina da impureza para poderem possuir assertividade na divinização particular de cada um.

Rezem para reencontrar o Espírito Submatriz que possa ajudá-los no céu de sua unidade divina do próprio Espírito Matriz do Eterno. Isto os fará compreender a ascensão do ciclo cósmico a qual pertence como Filhos Co-criadores do Eterno no melhor significado dos modos de viver e trabalhar sentimentos, ações, pensamentos. Representará a própria realidade encarnacional a despeito da região, do lugar, do espaço ou do tempo no qual nasceram. Para cada energia divergente que possa acontecer na própria vulnerabilidade emocional, que superem outros conflitos desde a raiz da antiguidade. Entre as crises e injustiças, que a própria verdade ascensional íntima seja o divisor evolutivo do estágio de si para os outros. Assim realizem na escala pertencente aos aspectos físico, emocional, mental e espiritual para que, no novo tempo de si, seja imprescindível cuidar-se como ser voluntário a serviço de Deus.

Que suas novas capacitações sensitivas em 2013 sustentem a restauração da propagação do Verbo de Deus.”

Tenham todos uma ótima semana!

Fiquem na Luz!

NASA Poderá Construir o Primeiro Motor de Dobra Espacial

Todos que fazem os cursos do Rodrigo ‘Yaslon Yas’ Romo sempre ficam fascinados com as descrições e explanações sobre o Universo. Acabamos de receber esta matéria, onde se percebe que o que era até pouco tempo ficção agora passa a ser plausível. Leiam, e vamos imaginar que estaremos por aqui para o vôo inaugural, nem que seja para assistir pela TV!

Vulcan command ship - CBS

Vulcan command ship – CBS


NASA Poderá Construir o Primeiro Motor de Dobra Espacial

Recentemente, o físico Harold White e sua equipe na NASA anunciaram que estavam trabalhando no desenvolvimento de um motor de dobra capaz de viajar mais rápido do que a luz.

A imagem acima de uma nave de comando Vulcano tem um motor de dobra similar ao motor Alcubierre. Imagem cedida pela CBS.

O projeto é inspirado em uma equação formulada pelo físico Miguel Alcubierre em 1994, e pode, eventualmente, resultar em um motor que poderia transportar uma nave espacial para a estrela mais próxima de nós em questão de semanas – sem violar a lei da relatividade de Einstein.

Motor de Dobra Espacial

Motor de Dobra Espacial

O trabalho de Alcubierre, “The Warp Drive: Hyper-Fast Travel Within General Relativity” (em português, algo como Dobra espacial: viagem hiper-rápida dentro da relatividade geral), sugere um mecanismo pelo qual o espaço-tempo pode ser “deformado”, tanto na frente quanto atrás de uma nave espacial.

– No universo ficcional de Star Trek, a dobra espacial (ou “warp drive”, em inglês) é uma forma de propulsão mais rápida que a luz, geralmente representada como sendo capaz de impulsionar uma espaçonave ou outros objetos a muitos múltiplos da velocidade da luz, ao mesmo tempo em que evita os problemas associados à dilatação do tempo. –

Esse mecanismo tira proveito de um “truque cosmológico” que permite a expansão e contração do espaço-tempo, e poderia permitir viagens hiper-rápidas entre destinos interestelares.

Essencialmente, o espaço vazio atrás de uma nave seria feito para poder expandir-se rapidamente, empurrando a nave para frente. Eventuais passageiros perceberiam isso como movimento, apesar da completa falta de aceleração.

White especula que isso poderia resultar em “velocidades” que poderiam levar uma nave espacial para Alfa Centauri (o sistema estelar mais próximo de nós) em apenas duas semanas, mesmo que o sistema esteja a 4,3 anos-luz de distância. A título de comparação, com a nave espacial mais rápida do mundo existente atualmente, a sonda Hélios-2, o trajeto a Alfa Centauri levaria 19.000 anos.

Dobra mostrando o espaço vazio atras

Dobra mostrando o espaço vazio atras

Mas como?
Com nossas tecnologias de propulsão atuais, o vôo interestelar é impossível. Algumas tecnologias experimentais, como propulsores de íons ou naves explodindo bombas atômicas na cauda, oferecem esperança, mas simplesmente não são práticas.

Isso porque elas exigem quantidades enormes de combustível e de massa para chegar a qualquer estrela próxima, depois de décadas ou até mesmo séculos de viagem.

O que a nova proposta tem de diferente, ou seja, de melhor que as outras?

Ela oferece um meio de chegar a um destino distante de forma bastante rápida, sem quebrar nenhuma lei da física, e ainda tem o potencial de solucionar o problema da energia (da quantidade exorbitante necessária hoje para alcançarmos lugares tão além do nosso planeta).

Bolha de dobra:

Em termos de mecânica do motor, a idéia depende basicamente de um objeto esferóide colocado entre duas regiões do espaço-tempo (uma expansão e uma contratação). Uma “bolha de dobra” geraria o que se move no espaço-tempo ao redor do objeto, efetivamente reposicionando-o. O resultado final seria viagem com velocidade mais rápida do que a luz, sem o objeto esférico (a nave espacial) ter que se mover com respeito à sua estrutura local de referência.

Ou seja, através da criação de uma “bolha de dobra”, o motor da nave irá comprimir o espaço à frente e expandir o espaço atrás de si, movendo-o para outro lugar sem sofrer nenhum dos efeitos adversos dos métodos de viagem mais rápida que a luz.

“Nada localmente excede a velocidade da luz, mas o espaço pode se expandir e contrair em qualquer velocidade”, explica White.

Dificuldades:

Ainda assim, criar esse efeito de expansão e contração do espaço-tempo de forma a chegarmos a destinos interestelares em períodos de tempo razoáveis exige muita energia.

Avaliações iniciais sugeriam quantidades de energia monstruosas, basicamente iguais à massa-energia do planeta Júpiter (que é de 1,9 × 10 elevado a 27 quilos ou 317 massas terrestres). Como resultado, a idéia tinha sido posta de lado no passado. Mesmo que a natureza permitisse uma velocidade de dobra, nunca seríamos capazes de criá-la.

No entanto, White afirma que, com base na análise que fez nos últimos 18 meses, pode haver esperança. A chave, segundo ele, pode estar em alterar a geometria da dobra espacial propriamente dita.

Dobra otimizada com bolha

Dobra otimizada com bolha

White percebeu que, se otimizasse a espessura da bolha de dobra (mudando sua forma de anel para uma forma de rosca), e oscilasse sua intensidade para reduzir a rigidez do espaço-tempo, poderia reduzir a energia necessária para fazê-la funcionar.

White ajustou a forma de anel feita inicialmente por Alcubierre, transformando o esferóide de algo que parecia um halo plano para algo mais grosso e curvo.

O novo design pode reduzir significativamente a quantidade de matéria necessária; White diz que a velocidade de dobra pode ser alimentada por uma massa ainda menor do que a sonda Voyager 1. A redução da massa de um planeta do tamanho de Júpiter a um objeto que pesa apenas 725 kg redefiniu completamente a plausibilidade do projeto.

Essa plausibilidade é muito interessante, mas ainda é teórica. Agora, White e a equipe da NASA buscam provar que o conceito pode ser prático. Para tanto, eles estão fazendo diversos testes, como a medição das perturbações microscópicas no espaço-tempo a partir de uma versão modificada do interferômetro de Michelson-Morley. Ou seja, os pesquisadores estão tentando simular uma bolha de dobra em miniatura usando lasers para perturbar o espaço-tempo.

“Pilha de Chicago”:

E então: uma nave que viaja além da velocidade da luz sem perturbar as leis do universo pode ou não ser construída?

“Matematicamente, as equações de campo prevêem que isso é possível, mas ainda temos que reduzir esta idéia à prática”, afirma White.

Ou seja, antes de dizermos que tal coisa é possível, precisamos de algo chamado de “prova de existência”, que White apelidou de “Pilha de Chicago”, em uma referência a um grande exemplo prático.

No final de 1942, a humanidade ativou o primeiro reator nuclear do mundo em Chicago (EUA), gerando meio Watt, energia que não era suficiente para alimentar uma lâmpada – mas foi uma prova de que ele era possível. Pouco menos de um ano depois, nós ativamos um reator que gerava energia suficiente para abastecer uma pequena cidade.
White está confiante. “Esta brecha na relatividade geral nos permite ir a lugares de forma muito rápida, medida da mesma forma por observadores na Terra e observadores a bordo do navio – viagens medidas em semanas ou meses ao invés de décadas e séculos”, disse.

Só que, no momento, a realização de tal projeto está no “modo de ciência”. “Eu não estou pronto para discutir a proposta muito além da matemática e de abordagens modestas controladas em laboratório”, conclui.

Fonte: http://io9.com/5963263/how-nasa-will-build-its-very-first-warp-drive

Fiquem na Luz!

A paranormalidade possui ventos opostos aos normais não paranormais

O Amigo Sérgio nos passou a canalização a seguir, que estamos divulgando com prazer:

Olá Crianças da Luz,

Argumentem na mente pensante o fecundo pensar que pensa o “neo-ismo” da estrutura por indivíduo. Pensem, pesem, pensem! Quem percebe que o primeiro pensamento não faz parte da lembrança passada entre outros pensamentos pensados?

Conglomerou. Agrupou.

Simplesmente com o tempo fez-se memória sobre a base fundamental do próprio sentido que o tempo transcorreu. Fez-se mergulho de jazer sem sentido pelo tempo.

O remoto princípio do primeiro pensamento não existirá para o último nem mesmo no instante que parar de ler esta canalização ao pensar a intenção já passada que pensou.

Internamente a velocidade do pensamento não acompanha os ócios dos movimentos que fazem arquivos de possíveis hologramas. Quando não são emocionais, ficam bem próximos das emoções que poderiam ser simplesmente um único pensamento.

Se pensarem, qual o sentido de sentir a necessidade de querer compreender a própria existência sobre o que não é sentimento sem sentido para todos os desejos de sentidos? Poderiam descobrir o sentido igualado ao companheiro íntimo estranho de si que passa na faixa do véu-vulto dos ventos das dimensões pelo lado de lá através das ressonâncias divisórias. Tais ressonâncias vibram até mesmo pelo lado de cá entre a presencialização de mil luzes entre a Luz das luzes. Fazem-no para lembrarem que é semelhante a setas sem regras ou metas com as mesmas travessias que muitos ultrapassam sem as sinalizações ou placas de sentido.

Mesmo sem sentido, sentem-na em meio à contramão das estacas e virgas envergadas pelo tempo na mesma fenda para o próximo tempo da incomensurável realidade tornada paralela entre outros aspectos vivos. Engendra-se fielmente desde os desvios decisivos da raiz-matriz que se faz contínua na evolução para ser cada existência na insistência da Existência. O Não Fator Agregador contém os grávitons do autoconcepto para o que se fez ser confortante no ponto côncavo e convexo: o axioma autocomposto da Própria Onipotência é extensionalidade.

Tecem os pirilampos luzeiros sobre as flutuações sem vexames ou reclames. Coroam a coloração das boreais celestes sem divisas inversivas multiplicadoras que se tornam Matriz Inversa das definições dos universos. A cada grandeza não anulam as associações do não-nulo inverso multiplicador por logísticas cósmicas.

Clamem, chamem.

A configuração desse sentido não corresponde à minúscula parcela em cada partícula como se fosse uma Entidade construída por si mesma naquilo que os outros não entendem de si.
Por vezes a aventura não se torna desventura, perdura!

O que deve haver para que se tenha o porquê de Ser ou Não Ser não ser questão da convicção de ser. Aquilo que não é o Não Ser do que pode vir a Ser deverá Ser, na anti-vida da Vida, não como efêmero Elemento para os Elementais do ser.

Súplicas em mãos postas nas trilhas das guerrilhas.

Querem compreender o querer do querer para se autoconhecer?

As naves ultra dimensionais não fazem cartões postais.

Portas abertas jamais serão portas e portais pós-evolucionais!

Inúmeras raças não fazem isolamentos nas espécies sobre o curtume in naturaintrauniversal e extra-universal através das colunas dos baluartes bíblicos contraditórios. Há histórias sem histórias nos fatos históricos de algumas serem quase estórias. Por que será?

A não descartável imagem da busca da razão sobre a somatização de experiências, vivências e informações dos códigos indecifráveis quânticos relevantes entre as referências do Talvez tenha o talvez do Errado que Certo talvez seja Errado. Possivelmente, talvez o Errado esteja tão Certo que no primeiro realiza-se a lei da física. É contribuinte da própria motriz da consciência para o que é invariavelmente racional a fim de criar código de Lei pensado na perpendicular Imagem e Criação, a imaginação de que o homem gera ação de criar situação.

O seu Senhor é o pastor que lhes falta lembrar o que não faltará. Mas a quem?

Poderão encontrar a anatomia do pilar da estrutura geradora da formação da CRENÇA diante do que é acordado em cada referência certa ou errada na cultura. Contraria a própria conseqüência negativa que encobre a razão do EXISTIR até mesmo do id, self, ego, superego na Imagem imaginada de Deus. É extremo naquilo que não formalizou como o princípio se registrou no registro do inexplicável. Deus É Energia multiplicada de Si na própria propriedade do Vazio Inqualificado Imperfeito Perfeito de Si ao se multiplicar dentro da implacável gota da Era do Nada sobre os anos-Trevas Profundas. Tais anos margeiam o Externo desse Interno para o Exterior de onde se gerou a Luz de Sua Luz contida na parcela da parte para o Ser Divino na forma promulgadora dos próprios recursos.

Sem dúvida há uma contínua AÇÃO de auto nortear o que renomeiam suas funções para cada uma desde quando o princípio FOI SER para o que é SER, energia não submetida à revelação da inércia das Trevas ao abismo do Negro Profundo. É intenção no fundamento do eixo-vetor, a soma de todas as forças agindo como produção por vexames que fazem haver caminhos e incidir na propagação das grandes grades de teias, vultos e vulgos. Inúmeros universos dos Universos em Perfeição dentro dos genes do próprio Átomo no qual se originou a propriedade Inqualificada Imperfeita Perfeita que torna impossível quererem interpretar o que não é aceitável no racional.
Por quê? Não existem sinos de Belém nos Big-Bang. Trevas, Sombra, Luz e Verbo não fazem o peso de pensar nos conglomerados do Sopro da Criação para o também ser associado à idéia de quem disse ou criou que “Errar é humano”.

As veredas das pontes que aprendem a somar o erro de errar reduzem as corretas capacidades geradoras do entendimento do Princípio Regente da Onisciência na Onipotência com a Onipresença. Ocorre assim para ao que faz parte da oriunda simultaneidade sob a relatividade dos Sistemas do Nada. É universo simultâneo entre o Anti-Nada em progressão do Nada, evento do Sistema do Nada Criacionista que não se alinha a nenhuma partícula que caminha junto à trajetória da Criação sobre a Curva Fenda do Espírito. É ponto nas variações da forma dos Espíritos que se formam como Espíritos de Deus para a engenharia multi divisível na vastidão. Esta vastidão envolve a interligação da Rede de Espíritos para Tudo e Todas as Coisas serem coordenadas como eventos da Mente e Inteligência de Deus sob a raiz progressivista da Sabedoria do Saber que Sabe o que fazer.

Rumos perfeitos são sempre caminhos da Perfeição que se destina à compreensão da própria Onipresença. Em Si contêm a Onisciência dos Verbos da Onipotência que não correspondem simetricamente à conseqüência seqüencial daquilo que eleva a consciência sobre as raças, humanos, seres, espécies e coisas.

A fase da consciência-força leva à mistura das imagens que afetam a mudança do tempo em alguns cruzamentos. Outros se levantam, param e retornam por pigmentação do instante do Não-Tempo que não é momento. Assim acontece porque não se vê o que torne possível rever o destino propagado na mesma estrutura de pensamentos. Internamente tais pensamentos são perspectivas entre os diálogos das interjeições provenientes das dependências da insatisfação.

Não há escolha que escore e ancore de um lado e do outro. A psique torna-se presente pela pertinência da cobrança que o recobra entre as Entidades noutra variação de escala de freqüência para o racional. Na consciência do instante, é reflexo das possíveis lembranças da migração em qualquer momento que poderá ser.

Achado do divino inesperado, por vezes ter consciência de Tudo não lhes dá atributos para se sentirem onipotentes nas potências da Onipotência. As vigas vergam pelas virgas sem vigílias. As idéias servem para alimentar o caos das dúvidas. E as dúvidas sem idéias podem ser, sem dúvida, a causa do caos!

A essência de Todas as Essências não é coisa da essência de sentimentos que podem gerar conseqüências sem essências sobre outras manifestações do movimento da Essência da Manifestação. Não o fará em meio aos múltiplos fatos de desambiguação existencial na presença das diversas subdivisões da Anti-Matriz, Matriz, Submatriz e Fractal da Submatriz para ser fractal da Existência. Sobre as raças, seres, espécies e coisas contêm a simbiose propagativa que desenvolve a intimidade do movimento do Eterno no Eterno da Eternidade nas dobras invisíveis. Não corresponde ao entendimento de pacto para gerar questões de afetos ou desafetos imaginados a respeito da existência exclusiva do Amor Eterno. O mutável está nos aglomerados juntos por facções de identidades. Diverge do que é princípio, meio e fim para o multiverso substituído, no intimo do organismo, a auto perpetuação da teia dos serviços da Onipotência.
Enigma não é Deus, principalmente para quem diz que Deus não existe! Se Ele não existe, porque dizem que o Diabo existe como se fosse a sombra que tem condições de ser inimigo de Deus?

Há quem considere que as ações com certeza podem refletir os caminhos da Vida Eterna para que seja um consórcio premiado. Algo como um chamado celestial pela programação que está no caminho da ressurreição e da Vida.

Há quem alimente idéias de provação desafiando as reações para existir adversidade de se conhecer pelos próprios limites do recurso da inteligência. Mas isso não dá a compreensão do que sejam as dádivas de Deus.

Nesse sentido, existem dois ídolos do Eterno: O Deus do Não Existir, que se fez ser Deus na transformação para Existir, e o Deus do existir no TUDO DE TUDO, que se inclina na Existência de Sua Própria Supremacia. Quem alimenta a dúvida necessária para dar lugar a o que procurar em outro lugar torna-se antiquado para a primeira forma. Desaparece então o que provocar sem comprovação da ciência religiosa pela ideologia científica parapsicológica.

A paranormalidade possui ventos opostos aos normais não paranormais!Humanamente entre uns e outros querem que o outro aceite Deus, mas Ele não precisa ser forçado a lembrar-Se como é. Psico-espiritualmente são dúvidas de auto-aceitar o que acreditar!

Existe energia que não é aquela pensada no redirecionamento duplo que luta contra si. Portanto, Nada não existe para o Não-Existir do Nada existir e rebater a formação do conteúdo agrupado para ser Criação. Não é energia e tampouco tem ponta, fim, começo ou braço estendido pela divisão. Não originou o hormônio da própria formação da descendência que não foi antecedida. Difere dos descendentes da genômica fração da fração que faz haver a inteligência, a mente pensante, a intuição e a percepção anulante.

No sentido do movimento da rota dos olhos, dizem que o templo verdadeiro está dentro de cada um a quem clama que deve abrigá-lo nos corações e apaziguar as emoções movidas ou removidas por meio da suposta Fé. Assim realizam de modo que todos os sacrifícios fazem parte da boa expiação do Amor de Deus e é tudo.

Pese no pensar que pensa o que pesa.

Quais sentidos fazem-nos perceberem que realizam algo melhor do que o vazio em que se apresenta em sua inteligência humana terrena?

Dentre as inúmeras raças, culturas e crenças lutando para que a tendência de um domine o outro, o que devem estabilizar na iluminação de cada jornada do raio de luz solar/lunar? “Amar a todos, incondicionalmente” é desmentido pela Fé do gozo de quem quer desmentir Deus para Ele ou comprovar que o Pai Celestial possui outros valores que pertencem a Ele.

As escolhas não se fazem por caminhos percorridos.
Aprender a ser grato a Deus é mais do que imaginar qual a promessa do retorno do Filho provindo da própria dimensionalidade principal dos universos para outros universos.

A alternância que eleva conhecer a si mesmo será menos prejudicial que buscar FÉ através dos vitrais das catedrais.

Ao esperarem na espera da promessa não se percam em meio ao tempo, ações e movimentações das cotações de adoração. Não será necessário querer compreender do que devem se arrepender para o que é tardio simplesmente em você!

O Senhor de si mesmo para o que convém ser em santo trato encobre outros maus-tratos.

A radiação de Deus é mais do que Alfa & Ômega.

Por Deus em Si, compreendam-se.

Digam a si próprios: Amém!

Escrito por Égueybê Rá Yam Tôalá
Sexta Feira, 30 de Novembro de 2012 às 02:15
http://www.uthoi.com.br