A Morte Não Existe

Mensagens, depoimentos e informações sobre a história da Joyce

Essência das Almas Gêmeas

Bom dia meus queridos!
Recebi do Sergio esse trabalho sobre a essência das Almas Gêmeas. Cabe estudar e pensar…desejo um ótimo aprendizado a todos!

Almas Gêmeas

Almas Gêmeas

Por entre inúmeros quadros de emoções existe a essência de uma tênue realidade que possibilita ativar a expressão da Natureza vívida por tempos anteriores de incomensuráveis Eras. Ela se soma ao tempo estelar migracional por dobras quando a mente ultrapassa o sentido das funções superiores do cérebro (subconsciência e consciência), codificando imagens por números de vezes.

Tais imagens se transformam em linguagens codificadas que despertam o sentido da certeza para acertar na identificação de cada qualidade das memórias não holográficas. São processadas com designação de informações que elevam ações de ser rica vontade em meio a pensamentos. Entretanto, não são coisas a se pensar como fator do acaso do por acaso dentre todas as imaginações. Nesse ínterim, não faz medição de idéias por impulsos de múltiplos resgates de registros, razão pela qual faz com que a outra parte complete essa descoberta por impulsos involuntários de radiância áurica.

Parece ser sem postura e inconsequente desenvolver outro estado para unificar o detalhamento de todas as coisas associadas aos aspectos gerais, de sentir o sentido existencial no dever de que deve existir.

Cada detalhamento transmuta e perde a cor por ser presença real de quase todas as respostas de tudo o que já era percebido antes. E mesmo na permanência de todos os sentidos, desafiava a busca do que buscava.

Todavia, pela via da Vida essa natureza viva, por ser a própria natureza de expressão do AMOR, alimenta o ato de alimentar a boca da grande saudade.

Saudades desconhecidas que, nos sentidos, moviam o parecer de serem conhecidas todas as lembranças. Transmutarão por todas as saudades sentidas, no passo a passo do desconhecido de cada compasso que descompassa os sentidos quando a identificação dessa saudade faz-se falta. À falta, essa falta faz!

O instante do momento aparenta ser incomum quando, em alguma época da linha do tempo, não reconhece quando nasceu o esquecimento de toda memória que incomoda essa falta. E ela torna-se insatisfação de todas as faltas que fazem inúmeras outras faltas.

São tantas quanto outras são!

Relações despertam prazer, alegria e felicidade com a coragem atrativa da inspiração por lâminas de lembranças de consciência fidedigna. Mas o fazem sem revelar as experiências extracorpóreas ao dobro do que foi cada reencarne para consolidar o que junta: a existência da essência da identidade das coincidências.

Ir além do ciclo da gira em meio a trajetos propagados entre o não eterno e o eterno do outro pelo Segredo do Véu das Almas Gêmeas gera a produção do chamado que chama e clama…

Somos sempre juntos ao junto do tudo que somos juntos!

Abre-se o querer do que se quer… Amor nosso para o nosso amor! Estigmas do amor que inflama buscam o vício do que sempre era antes a cada semelhança do reencontro para toda chaga das dores de saudade.

Intui o ato de intuir a sede, a carne e a fome apela a todos os desejos.

Com o tempo, nos céus repletos de marcas, por entre conglomerados de estrelas, bailam as multicores para nova recepção. Durante as noites e todos os dias deseja ouvir e sentir palavras doces.

Provoca nos olhos o olhar que não vaga. Não entende as distâncias. Turvos desejos parecem alucinar as marcas dos desejos por quadro de saudade. Quando a paz do amor que é trazido faz a restauração da credibilidade do amor que existe, o despertar também o seduz… Conduz!

São verdades de proteções que a mente passa por pensamentos duais.

Todos os valores da verdade de igualdade buscam o instinto de justiça. Oh, Deus! Quantos trajetos foram percorridos nos instantes dos fenômenos de mudanças? O tempo desse agora traz de volta toda aceitação sem contradições do ato e fato.

É delicioso se for a mestria do amor no romântico romance além-vida.

Quantas formas se foram nas inúmeras leis do além-morte? Para cada realidade máxima, em outras informações das formações, as relações percorrem todas as formas das coisas do errado para o certo e apertam em um ser parte do outro.

A divinização da Alma Gêmea contemporaneamente não percebe a missão do conteúdo-missão com o Eterno da Vontade de Deus. Muitas funções alimentam e sustentam o vulto da mente no cérebro. Assim o fazem na essência de influenciar cada visão profunda com a sombra de outra verdade que, no passado, foi para o que é no presente.

Quando o encontro se encontra para encontrar, surgem inúmeros diálogos incomuns tecidos sorrateiramente a cada presença. Em meio a profundas saudades que silenciavam, outras indagações se tornarão razões viciosas da vida nas diversas dificuldades.

Emocionalmente, no grito que grita no não gritar do tempo do eterno, muitos querem do outro o melhor que possam ter.

Pensamentos, desejos, sonhos e vozes silenciosas sussurram na mente o sinal que avoluma a cada identidade. Constatações abrem fichas de outros tipos de memórias desconhecidas, mas nem sempre restauram as experiências de vidas passadas.

A faculdade da saudade entorpece os momentos despertados na corporificação que não se une à química das áreas cerebrais com o emocional. Não o faz pela ansiedade de todos os desejos serem recuperados e realizados. Tenta a tentativa do tentar nos sentimentos que elevam cada questionamento.

Ultrapassa a passagem do tempo que passa sem perder o tempo que passará. Lágrimas antecipam a repetição do futuro que vivenciará recordações de outros hologramas configurados em linhas gerais. Emoções correm aos hormônios e feromônios.

Outro estágio do renovar mais uma esperança. O amor outra vez e de vez. Quantos não gostariam de dizer pelos impulsos de cada pensamento poder comprovar que podemos restaurar o amar com todo amor. Que amam com toda a força da intenção do coração para o oculto do amor, sempre manifestado pelo ponto comum de nós dois… Quando a Alma Gêmea, através de caminhos duais, confessa todos os perdões do tempo que não reconhece o se passou, surgem desejos que podem se recuperados agora!

Para todos os inacabados que se complementam por quererem a Alma Gêmea desde o contínuo eterno, outros comportamentos afetivos poderão ultrapassar o oferecimento da intimidade e favorecer o melhor da nova relação. Podem ocorrer outras revelações sem obstáculos do próprio amor AMAR o amor desse AMOR.

A reencarnação parece ser cíclica pela modalidade de reencontro. Considerando os acertos, no íntimo busca resgatar o melhor do aceitável que antes buscava sozinho o esforço com a Paz Interior… Bem aventurada a Alma Gêmea que possui a sensatez de equilibrar cada processo de se conhecer no aperfeiçoamento diante dos inúmeros limites.

A razão simples e comum é o paralelo de certificação que a Essência se torna inquebrável pelo contato afetivo. Por si mesma cada atração das partes abandona as aparências da insegurança passada. Essa unificação pura eclode a Luz-razão de que serão Almas Gêmeas quando o tempo conduzir o gosto do AMAR para cada encarnação que passar.

Escrito por Sérgio Ajabiim
Sexta-feira, 12 de Abril de 2013 02:15

Uma ótima semana a todos!
Fiquem na Luz!

Anúncios

No comments yet»

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: