A Morte Não Existe

Mensagens, depoimentos e informações sobre a história da Joyce

Arquivo para Mensagens dos leitores

Dias 6 e 7 de Julho em Flores da Cunha – Cura Quântica Estelar com Rodrigo Romo

Dias 6 e 7 de Julho em Flores da Cunha – Cura Quântica Estelar com Rodrigo Romo

As inscrições já estão bastante adiantadas. Já estou recomendando efetuarem o pagamento da inscrição para não correr o risco de ficar de fora. Como as iniciações são individuais, um limite se impõe. Além disso, o espaço no Hotel Flores da Cunha também tem limite. Assim, se a intenção é realmente de fazer o curso, entre em contato comigo pelo e-mail luizakehl@gmail.com para concretizar sua reserva.

Estivemos ontem em visita ao hotel, e acertamos com o restaurante preços especiais para o fim de semana!

Ainda há apartamentos disponíveis, mas também convém garantirem as suas reservas. Caso queira compartilhar um apartamento, entre em contato comigo, pois posso conseguir colegas que também queiram.

Aproveite a oportunidade e do curso para conhecer mais um destino turístico da nossa serra! A Terra do Galo!

Flores da Cunha tem esse apodo, segundo a lenda, pois teria se apresentado na cidade há muitos anos, um mágico excelente. Este teria divulgado que no principal espetáculo, mataria um galo e depois o ressuscitaria!

Como suas mágicas eram de qualidade, atraiu um grande público para o dia da prometida apresentação.

E o espetáculo descortinou com muita qualidade até a esperada grande apoteose. O galo foi morto e colocado em uma caixa para ser ressuscitado! Sob uma alegação qualquer o mágico então deixou o palco e … sumiu! Após uma espera, a platéia inquieta se deu conta de que o mágico havia fugido com a renda da bilheteria. Assim surgiu o apelido de Terra do Galo!

Não sei se é verdade, mas é o que contam, e não deixa de ser uma bela história!

Fiquem na Luz!

Anúncios

“O amor é como é, porque Deus o fez e existe.”

Oi meus queridos,

Tendo postado mais cedo um pequeno artigo intitulado “Sergio Almeida Ajabiim e seus atendimentos”, fui agradavelmente surpreendida por um comentário – que aprovei e esta no blog em ‘RSS dos Comentários’ – feito pela Katia de Oliveira de Castanhal do Pará que reforça exatamente a minha informação sobre o trabalho do Sérgio, sua atenção extremamente amorosa com seus pupilos e pacientes, sua abnegação, sua total disponibilidade e desapego para ensinar e orientar.

Além disso, coincidência ou não, mostrar a abrangência territorial dos trabalhos do Sérgio – estamos nos aqui no extremo sul do Brasil, e Katia no Norte! Sabemos que Sergio atende em mais de 20 países em todos os continentes – só não foi à Antártida por que disse que não que entrar em fria!

Fico muito contente que outras pessoas possam comentar assim sobre o nosso amigo e instrutor, e convido a todos para deixarem aqui seus depoimentos, que certamente servirão de incentivo para que cada vez mais pessoas possam conhecer este Ser de Luz e, quiçá, começarem a despertar seus próprios dons!

Vamos dar nossos depoimentos!

Fiquem na Luz!

Muito obrigada, amada Mãe da Joyce

Muito obrigada, amada mãe da Joyce

Recebemos este e-mail da Chrys Hellen, de Mogi das Cruzes, São Paulo.
É uma mensagem que traduz com perfeição o deseja da Joyce, de levar consolo e conhecimento para todos os cantos do planeta, visando desmistificar o fato de sermos todos seres de Luz! Como achei apropriado, estou seguindo com a resposta que enviei a ela:

Capa do Livro da Joyce

Capa da Terceira Edição

Ola,
Acabo de ler o seu livro “A morte não existe” e sinto uma gratidão imensa pela oportunidade que a vida esta me dando em rever muitas atitudes, refletir sobre meu dia-a-dia e ter coragem para mudanças na minha percepção e ação para comigo e para com os outros

Por acaso, meu irmão chegou de Abadiânia com este livro. Disse que comprou, mas não conseguiu terminar. Eu olhei o livro e disse a ele que ele gastava dinheiro à toa… resolvi ler, mesmo assim e no mesmo dia, e senti uma paz imensa. Passei o domingo inteiro imersa no livro, e com uma sensação de leveza e amor, que há tempos não sentia.

Por pensar e falar demais, descobri que há tempos não era invadida por um silencio amoroso e uma sensação de preenchimento, pelas palavras da sua querida filha Joyce e pelo seu movimento tão sincero em compartilhar seu sofrimento e todo o processo em busca de compreensão e evolução.

Queria saber se você existia mesmo… rs e fiquei pensando que Joyce deve ser luz pura nos dias atuais, com uma evolução tão rápida…

Abençoados são os pais da Joyce e abençoada foi esta alma aqui na terra por ter tido vocês, que com amor e dedicação incansável cuidaram desta menina preciosa e a prepararam, de uma certa forma, para sua chegada ao Céu.

Eu espero conhecê-la um dia. Decidi me inscrever no curso de Reiki do Rodrigo Romo aqui em SP, e no momento estou na fila de espera e aguardo o tempo que for necessário e perfeito para eu iniciar nesta nova jornada de consciência e dedicação a novos conhecimentos e aplicação do Reiki. Estou ansiosa, confesso, quando penso demais, penso que isto e bobagem, mais um curso, será que isto é confiável… blábláblá. Vou ter que confiar na vida, no meu coração e mergulhar. Preciso calar minha mente.

Será que este livro chegou em minhas mãos por acaso? Será que é apenas um livro e bola pra frente, como já foram tantos outros… muitas questões? Ou será que esta na hora de eu vencer a minha mente preguiçosa e me preparar de fato para ser um instrumento útil de Deus?

Sou Psicóloga e atualmente trabalho com pacientes com Câncer. Sou ex-paciente de Câncer e espero fortalecer minha energia, minha saúde e trilhar nos caminhos que Deus me enviar.

Obrigada por me escutar e um dia lhe darei um abraço!
Muita luz e agora termino com uma oração que dedicarei a Joyce.
Chrys Hellen
Mogi das Cruzes SP

Bom dia Chrys,

Grata por tuas lindas palavras.
Fiquei emocionada e feliz, pois percebi que as palavras da Joyce te tocaram no coração. Este é o objetivo do livro. É despertar para algo maior que não aprendemos na escola nem às vezes na nossa própria experiência de vida.
Todos somos seres de Luz e estamos aqui nesta experiência terrena, resgatando tudo o que já tínhamos e já fomos em outras vidas para nunca mais perdermos a nossa referencia.
Aproveite esta nova percepção desabrochada e busque conhecer e resgatar historia da tua alma.
Nos existimos sim, e espero que possamos nos conhecer algum dia.
Quem sabe possas participar do curso de Cura Quântica com o Rodrigo aqui no Sul em março deste ano. Organizamos todos os cursos dele aqui.

Um grande abraço de Amor e Luz!

Sem mais palavras, fiquem na Luz!

Oprah Winfrey em Abadiânia com João de Deus!

Oprah Winfrey em Abadiânia com João de Deus! 

A apresentadora norte-americana Oprah Winfrey, esta em Abadiânia, cidade goiana a 115km de Brasília, para gravar um programa com o médium João de Deus. 

Oprah Winfrey (batizada Oprah Gail Winfrey) nasceu em 29 de janeiro de 1954. É dona de várias mídias, produtora, ancora de “talk shows”, atriz e filantropa. Ela é mais conhecida pelo seu auto-intitulado e multi-premiado show que acabou se tornando o maior e mais cotado da história da TV americana. O Show era transmitido nacionalmente nos Estados Unidos de1986 a2011.

Ela foi ranqueada como a maior fortuna afro-americana do século 20, e considerada a maior filantropa negra da história Americana. Por um bom período foi a única bilionária negra do mundo. Segundo algumas interpretações, Oprah é a mulher mais influente do planeta. 

Oprah nasceu em pobreza na área rural do Mississipi, de mãe adolescente e solteira, sendo depois criada numa comunidade de Milwaukee. Ela passou muitas dificuldades durante sua infância, e alega ter sido violentada com nove anos de idade, e tendo engravidado aos 14 anos. Seu filho desencarnou na infância. Passou a viver com o homem a quem chama de Pai – um barbeiro no Tennessee – ela obteve um emprego no radio enquanto ainda no curso secundário e começou a co-ancorar um noticiário da noite aos 19 anos. A sua apresentação emotiva eventualmente fez com que fosse transferida para shows diurnos e, após guindar um show de terceira classe ao primeiro lugar em Chicago, ela lançou-se como produtora de seu próprio show que se tornou o de maior audiência da TV mundial!

Pois Oprah esta em Abadiânia gravando um programa com João de Deus, hoje famoso em todo o mundo pelas suas curas espirituais.

 Ela acompanhou os trabalhos da Casa durante o dia. Segundo relatos o Médium João teria incorporado José Valdivino pela manhã e o Doutor Augusto à tarde. Oprah foi convidada pela entidade a acompanhar as cirurgias visíveis. Ela segurou os instrumentos enquanto a entidade fazia a cirurgia. 

Ela já havia noticiado o Médium em um programa com gravações feitas por uma equipe sua anteriormente, mas veio para conhecer de perto, pessoalmente. 

Abadiânia foi o início de nossa caminhada espiritual, e a Joyce sempre trabalha na casa. Fico muito contente que o Médium João tenha esse reconhecimento mundial, em especial por tudo que passou nos primeiros anos de sua missão, com as perseguições. 

Deus abençoe o médium João. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

Fiquem na Luz!

Novo Curso – Yoga da Voz é neste fim de semana

É neste fim de semana – YOGA DA VOZ 

Relembramos que o curso de Yoga da Voz com Cyda Zola será neste fim de semana!!!! Se você é palestrante, comunicador, cantor, ator, vendedor, ou simplesmente quizer “aprimorar” sua voz, enfim se você depende de sua voz para o dia-a-dia, não perca esta oportunidade!

Somos constituídos de sons que se alternam e se entrelaçam em variadas melodias, partiturando o traçado de nossa existência.

A voz – expressão sonora do que somos e de como estamos – indica nosso estado de ânimo, nossa intenção, desejo.

A Yoga da voz trabalha o canto em notas micro tonais com sons que favorecem a união dos níveis físico, mental e espiritual – possibilitando a expansão da consciência para, assim, encontrarmos o poder pessoal.

Entrar em contato com as emoções reprimidas, através do canto, representa massagear a parte de nós que se atravancou, que se fechou à vida.

Liberando tensões, ansiedades e angústias, desbloqueando sentimentos endurecidos (como raiva e medo), somos capazes de transmutar emoções.

A Yoga da voz, por integrar voz, corpo e mente , leva a um bem-estar emocional, melhor qualidade da comunicação interpessoal e grupal, desinibição e espontaneidade, contribuindo para um equilíbrio na vida profissional e pessoal.

Assim, Yoga da voz apresenta-se como importante oportunidade de encontro com a beleza interior de cada ser através da vibração de sons harmônicos, sons que dissolvem sentimentos endurecidos em tons de delicada essência.

Conheça os benefícios que o cantar, pelo simples prazer de cantar, pode trazer a seu corpo, mente e espírito, fazendo da voz um instrumento de crescimento pessoal. 

“Viver é afinar um instrumento de dentro prá fora, de fora prá dentro.” (Walter Franco) 

Cyda Zola, de São Paulo, é musicista, cantora e compositora.

Atua como Regente de Grupos Corais e no aprimoramento vocal para cantores, atores e palestrantes.

Membro da Academia Linense de Letras. Pós-graduada em Literatura Brasileira.

Autora de “Poeta-Palhaço”, “Mar de Esperas”, “Uma Rosa Laís”, “Por uma vida inteira”.

MAS TEU CORAÇÃO, NAS ESTRELAS por Odi Alexander Rocha da Silva

Recebemos de Alexander um depoimento comovente (veja em “depoimentos”) juntamente com este lindo poema em homenagem à JOYCE. Espero que vocês a apreciem tanto quanto nós.

Fiquem na Luz!

MAS TEU CORAÇÃO, NAS ESTRELAS… 

O mundo aqui segue na esteira das lembranças.

O tempo passa, é certo, mas onde a distância?

Da tua luz a Imensidão fez o Seu farol.

Amarguras, tristezas, sempre há quem fazê-las

Mas teu coração, nas estrelas, surgiu.

Desperta agora como um sonho que sumiu,

Apenas para lembrar que não partiu.

 

Todo mundo no fundo sabe: a distância maior

É estar longe do próximo,

E, nas estepes da lonjura da proximidade,

Não importa o que penso,

Não importa o que faço.

Para a certeza da dúvida, basta um passo,

Estrelas faltam dentro, fora, em térreo ou terraço.

 

Menina Joyce, será que eu também te nasço

Enquanto me renasces com tuas palavras,

Douradas como a cor dos teus cabelos?

Amarguras, tristezas, sempre há quem fazê-las,

Mas teu coração, nas estrelas, em inspirar

Me diz:” se aceitas o bem, para ficar

Ele joga teu coração para o ar”.

 

A tua luz transcende e dissipa a escuridão.

A menina fala e, então, “calço” as palavras tais

Como se fossem calçados da empresa de seus pais[1].

A inteligência atravessada de luz

Tão gigante se conduz, chegando neste mundo qual tropel.

Aráutica existência, a sabedoria é seu véu

E lhe faz anel de ouro… no dedo do céu.

 

Quando houve a contemplação do teu desfalecer,

Um casal perdeu-se de seu próprio coração.

O céu rachou e o arco-íris derreteu.

Amarguras, tristezas, algo sempre há de trazê-las

Mas teu coração, nas estrelas, mui nobre e liso

Veio derramar um afago tão preciso,

E a mera vida fez-se plena… do teu sorriso.

 

João-Homem-Grande é teu pai[2].

Agasalhado ao manto de Mãe Maria[3],

Lida com o dia-a-dia dos corações que ficaram.

Racional e valente, é muralha contra a dor.

Mas por afeto e teu favor, que se acaloram,

Ele sabe que valentes homens também choram

Por filhas do amor, que tanto adoram.

 

Tua mãe também é luz[4], o feminino da vida

Fruto das raízes, sutilezas e sonhos desta terra.

Procura entender sem ser preciso provar nada[5].

Amarguras, tristezas, sempre algo vai fazê-las

Mas teu coração, nas estrelas, com amados e brilhantes caduceus

Chega e diz, “mãe, me conta todos sonhos teus,

Que neles vou formar canções de Deus”.

 

Certa feita, Tua forma desenhou-se no ar,

E enriqueceu a mera vida.

Que viesse o relâmpago, que viesse o trovão,

A melodia da tua presença era um refrão, tão somente ‘inda mais apaixonado.

“Eu sou o que o amor em mim ungiu”

Disse a filha-tesouro, volvendo ao lar donde surgiu

Para dizer que amar é algo mais sutil.

 

E tudo ficou tão claro, extinguindo a escuridão.

Era a menina mesma, encarnando a proximidade.

Tão menina e madurando a pulsão do Espaço.

Dúvida e saudade, quando não se há de tê-las?

Mas teu coração, nas estrelas, em alegria interna

Disse as palavras que exala e externa

Uma doce menina, que é eterna.

 

Apenas é possível fazer o que se pode.

Por isso fazes o que podes,

Por isso tuas palavras, por isso pensas e amas,

Na esteira de coisas tantas

Tanto belas como santas, o espírito em tudo é transformador.

O alívio é a tarefa, a lembrança é o clamor

Da fé, da esperança, do amor.

 

A menina do sorriso que agarra

É tão simples, tão menina,

A faceirice que é séria, aconselhando alegria

Amarguras, tristezas, sempre há quem fazê-las

Mas teu coração, nas estrelas, devagarzinho

Enxuga olhos lacrimosos com carinho,

Pois cabem apenas glórias no puxadinho[6].

 

Não és superior apenas por cursos e vivências.

Em frente ao teu sorriso, um aprendiz logo vê seu lugar.

Uma menina, uma bonequinha vem para ensinar

Um professor como eu a lecionar[7].

É assim que acontece de forma sensata:

A Tua Palavra escrita, tão exata

Vivifica o que o espírito mata[8]

 

… Quando, triste, apenas quer o que acha certo.

O que é o ser humano senão a tentativa-erro de si mesmo

No nascedouro da experiência de cada dia?

Amarguras, tristezas, sempre se há de vê-las

Mas teu coração, nas estrelas, na voz-madrugada ou vespertina

Me diz que é belo pensar no amor que não termina

Crendo, muito crendo na Palavra da menina.

 

Tua presença será sempre bela, cheia do mistério elevado

Do pássaro que sombreia a lua, das aves manchando o pôr-do-sol.

Quão imatura é a descrença no poder do teu sorriso.

Na capa do livro da Tua Palavra, lá ele está,

E onde quer que ele vá, despedidas meninas são cheias de retorno

Repletas de um calor que é quase um forno

Tão belas como as estrelas que há no entorno[9].

 

O mundo vai seguindo na esteira das lembranças.

O tempo passa, correto, mas onde a distância?

Da tua luz a Imensidão fez Seu farol.

Amarguras, tristezas, o mundo muito ‘inda há de tê-las,

Mas teu coração, nas estrelas, surgiu

Pra sempre despertar tal como um sonho que sumiu

Apenas para lembrar… que não partiu.

 

Dedicado a Joyce Grossmann

Pela palavra que consola sem limites,

Por ser uma companhia que, tendo ido,

Sempre está por perto,

E a Luiza Kehl e John Grossmann,

Que criaram Joyce com a verdadeira medida do amor,

Que é o amor sem limite.

 

Respeitosamente,

Odi Alexander Rocha da Silva

06 de janeiro de 2012.


[1] Alusão à ocupação dos pais de Joyce, uma empresa exportadora de calçados.

[2] Trocadilho alusivo ao nome híbrido (inglês e alemão) do pai de Joyce, John Grossmann.

[3] Nas correspondências que envia a Joyce, transcritas no livro “A Morte não Existe – O Fim é Apenas o Começo”, de Joyce Grossmann, psicografado por Luiza Kehl, John Grossmann deseja que Joyce seja resguardada pelo manto de Mãe Maria.

[4] Referência à origem latina do nome Luiza, que significa luz, vocábulo “parente” do termo Lúcifer”, que, em latim, significa, “aquele que carrega a luz”. Por uma infeliz coincidência, Lúcifer era o nome de um dos “anjos malditos” que, conta a tradição católica, organizou uma rebelião no céu.

[5] Nas primeiras comunicações, Joyce chamou a atenção de seus pais para o fato de que suas comunicações não deveriam ser um incentivo para se provar nada, mas para incentivar a crença e, conseqüentemente, o amor.

[6] Lugar sagrado para a família de Joyce, dedicado à reflexão e espiritualidade.

[7] Alusão à profissão do autor que, de fato, é licenciado em Letras.

[8] Alusão à famosa frase do apóstolo Paulo em II Coríntios 3, 6: “a letra mata, mas o espírito vivifica”. No entanto, a falta de fé por vezes mata muitas oportunidades de crescimento, o qual volta a ser incentivado por uma palavra de amor. No caso da palavra de Joyce, uma palavra escrita.

[9] Referência à capa do livro “A Morte não Existe – O Fim é Apenas o Começo”, de Joyce Grossmann, psicografado por Luiza Kehl. Na capa, vê-se o rosto sorridente de Joyce cercado pelas constelações.

O Livro mais extraordinário que já li – Vanessa Meiser – Balaio de Livros

Minha opinião sobre o livro:

 “Tudo tem seu tempo. A vida é vivida e administrada por etapas. Devemos vive-la a cada dia e não polemizar o que ainda não aconteceu.” Pág. 22.  

Difícil falar sobre este livro. Por quê? Porque não se trata de uma história comum, de um livro comum, com um tema comum. Nada disto, é o livro mais extraordinário que já tive a oportunidade de ler até hoje, e vocês devem estar se perguntando por que ele é assim tão extraordinário não é mesmo? Pois bem, eu digo: como já devem ter lido na sinopse do livro ali em cima, ele nos trás relatos da comunicação entre Joyce e seus pais, o diferencial é que o livro é sobre fatos reais escrito pela própria mãe de Joyce – Luiza. 

Joyce faleceu quando estava com 15 anos de idade, deixando sua família muito entristecida e abalada emocionalmente, claro, e não seria para menos, já que se trata da passagem de um filho, porém, através de emails e de seu médium Éden, Joyce mostra aos seus pais, à sua família que a morte não é nada do que pensamos, pelo contrário, é tudo muito tranqüilo e bonito, mostra que não devemos sofrer por quem se foi, pois, esta pessoa continua sua “vida” em outro lugar, de onde pode nos acompanhar e, como Joyce comprova, até mesmo se comunicar.

O livro todo é de uma sensibilidade incrível, eu por várias vezes me emocionei lendo a história ao me colocar no lugar de Luiza, já que também tenho filhos, duas meninas na verdade. 

É realmente muito emocionante e eu preciso mesmo agradecer à Luiza Kehl por ter me cedido um exemplar para leitura e resenha, sou muito grata a ela.

Eu não sei se o livro se enquadra no estilo de “literatura espírita”, acho que sim. Eu particularmente gosto bastante de livros espíritas e sempre recomendo a todos que gostam de ler pois, são leituras leves e dotadas de ensinamentos preciosos, exatamente o que este livro contém, ensinamentos preciosos.

Recomendado! 

“Tudo está dentro de nós. O caminho correto seria iniciar no nosso interior, mas todos começam pelo externo. Parece que quando tudo é muito fácil, não tem valor. Deus tentou facilitar tudo para nós, mas nossos olhos só enxergam para fora, para os outros”. Pág. 37. 

Vanessa Meiser – Balaio de Livros