A Morte Não Existe

Mensagens, depoimentos e informações sobre a história da Joyce

Arquivo para Parceiros

Alcance a visão do desejo

Alcance a visão do desejo
Escrito por Égueybê Rá Yam Tôalá
Quarta feira, 13 de Fevereiro de 2013 03:12
http://www.uthoi.com.br

Olá Crianças da Luz,
O que querem por querer de si mesmos na intenção chave como autoajuda? Caso pudessem certificar que tipo de qualidade expressa reconhecer o quadro do valor ao próprio DOM (Divinização da Onipresença na Mente) fariam naturalmente a prática, exercício, colaboração e participação para si e ao próximo independente das diferenças como sensação de perda de algo.
Algumas coisas que se vexam nem sempre correspondem a perdas. Estão, pois, no labirinto de passagem dos conflitos de conquista não como desbravador de si. Envereda-se com alguma lembrança inqualificada e indeterminada em alguns momentos dos acasos surpresa. Vinculam-se em estilo e aparência igual a determinados tipos de vivências quase passageiras traduzidas na forma de irritabilidade. Isso poderá incomodar e se transformar com impulso de desejo turvado, somando cada interpretação aos supostos ralos das variações de hologramas gerados por terceiros. Tais hologramas se misturam à imaginação e, por vezes, a algumas criações difusas que ofusca a intuição, transpondo assim quadros de turvamento identificados com lembranças atemporais de qualquer lugar incomum.
Quando surge lembrança de algo passado como vivência, nem sempre é recordação. Pode ser quadro interligado à insatisfação de relacionamento familiar na circunstancial inqualificação da própria relação entre humanos inquietos para dominar ou ser dominado.
Nem sempre essas transferências sentidas poderão ser consideradas malditas por estarem encarnacionadas no seio familiar em meio à bagatela de parentesco nas vielas, vilas, favelas, bairros, cidades, países ou nações tão somente do planeta Terra. Detém como noção substituta para encontrar outro ponto de passagem, uma “recordação especial” para que toda sensação de insatisfação corresponda à psique com o quadro de especialidade espiritual dos vultos nessa histologia.
Muitos poucos reconhecerão o próprio sentido de divinização particular para quem diz existir humanos especiais que podem enriquecer no gozo do imaginável desejo glorioso de serem santos. De quem pode fazê-lo como efeito de sustentação de outras hierarquias quaisquer vezes o número aproximável do suposto quadrante por dimensão no habitat de cada Mestre Mentor, Amparador e Sustentador. Tais Mestres não têm ligação com os tipos de causa do caos pessoal comum no incomum de todos os buscadores do conhecimento, ainda que esteja comprovada cientificamente com a paranormalidade para os normais dos tablados sociais.
A poeira primitiva primária antes do cosmo vaga, voa e viaja por toda extensão sem referência da ossada da não Criação de quem criou outras criações. Não se atrela à recordação por inúmeros motivos de outrem que, com razão, ficam sem razão a cada circunstância. Isso jamais despertará o sentido de conhecer a causa que provoca a existência dos Seres Peregrinos do Eterno para os Seres Viajantes do Eterno. Faz diferença migrar como passagem e encarnar na forma de resposta sendo algum tipo de viajante por pontos de passagem. Cada humano tem de recordar o que vivenciou em meio aos corredores de dobras dos Superuniversos Centrais da Criação de Deus e os Superuniversos do Sistema do Cinturão de Fótons da Fonte Que Tudo É. São as submatrizes de certeza dos universos propagadores expansionais evolucionais. Desde quando alguém entende como foi elaborado o princípio do criacionismo ou os inúmeros planetas para querer ter certeza de tudo que os faz ficarem insatisfeitos enquanto desconhecem o porquê não conhecem a si mesmos?
Quando no exercício da projeciologia, têm lógica de conformação na investigação do que não sabem conhecer por si mesmos.
Expie a expiação da meditação, oração, reza e prece no que lhe aparece!
Nem sempre o que se perde poderá ser achado, principalmente quando a emoção gera sensação de perda e vexame no sentido que não faz sentido. A força que força não responde a resposta da satisfação por causa de outra razão provocando vários tipos de circunstâncias.
De forma holística e modernamente quântica, ninguém até os dias atuais (mesmo quem não se considera infernal) ouviu os hinos do coro dos anjos. Ninguém poderá gritar que alguma trombeta está desafinada entre a 14ª e 8ª nota dimensional anunciando a descida de alguém que não provém do contrato consorciado com o sistema da Roda de Samsara.
Lá, no muro das lamentações, alguém sempre estará presente na fila de espera da próxima corrida de concorrência dos desencarnados vindouros. Buscam identificar o Mestre, Mentor, Amparador, Protetor, Senhor ou Guia da própria catequização quântica. Tentam reencontrar o novo milagre de acompanhá-los por saber que, encarnacionalmente os sustentarão como Mestres futuristas da nova fraternidade pós-quântica além do Cinturão de Sirius.
No futuro próximo de ontem, a psicocriatividade não será constituição como imaginação quântica dos outros.
Na fronteira do espaço de Plêiades, divulga-se que está para acontecer o último lance do leilão de liquidação por dobra dimensional. Ocorrerá para quem puder sustentar outras hierarquias que não foram adotadas por estarem presas a portais dimensionais não divulgados dos próximos anos.
Na via das supercordas está acontecendo o novo engarrafamento de sensitivos operários do paraíso não fiscal das metrópoles das boreais por pulsares vendavais.
Sem silvos ou bem-te-vis, mancham os colibris.
As cifras numerárias não são contadas com os contadores do tempo dos possíveis clones de outras réplicas para os códigos de barras. Chips não identificarão quem são os vivenciadores experimentais re-encarnacionais dos mortais experimentais de todos os humanos cunhados como especiais.
A raiz da paternidade e maternidade da origem humana não se assemelhará a uma descoberta na mesma intenção da pólvora. Tampouco será o achado da maravilha da roda muito antes da última espaçonave que vagou na forma de relíquia ou o motivo pelo qual os continentes sofreram o dilúvio mais recente por tsunami de facões sociais. Há deuses não astronautas em caravelas marítimas que tornarão outras ogivas mega-atômicas.
Métrica não possui o som de nenhum tom, nem tetratons para Metraton. Não se esqueçam de tomar seus chás fitoterápicos com bolacha sintética radioativa para poderem examinar o último código numerário nos pegue-pague dos laboratórios de análises clínicas pró-genéticas. Como se isso facilitasse identificar o nome do próximo guardião estelar que os sustentará durante os momentos ensaístas tibetanos na congênita regra da diagnose de precisão.
Vejam que maravilha! Os batedores siderais de ontem não serão mais perturbados pelos humanos neuro-psico-emocionais do amanhã, pois estão surgindo novos chips similares a placas de oferta com a seguinte interpretação: o que podemos fazer para ajudar?
Simpaticamente, não existirá mais simpatia para eliminar a sensação de perda e culpa por reconhecer em si que encarnou no planeta Terra.
Há uma placa anômica no museu metropolitano de Betelgeuse onde um humano terreno escreveu: o desuso dos Comandantes Estelares. Essa menção os novos curados siderais se sentirem melhores, mas os feiticeiros, não.
Há uma nova simpatia de consolo para quem foi deixado nas confederações e fraternidades pelas correntes dos portais principais. Ela está na seletividade dos humanos que prosseguem com doutrinas antigas secretas de automatizações científicas, polidas e impessoais do congresso quântico que elevará a freqüência do brilho exótico do DNA do poder humano seguinte.
Chegará a vez de alguém poder fazer alguma coisa independente de qual força os Universos possam influenciar.
A partir do Nada, haverá transformações de coisas para aqueles que saberão não transformar ao desfazer a criação do idealismo da ilusão. Ocorrerá quando outros “seres” não forem chamados de deuses, ou seja, quando as semelhanças não se igualarem a outras imagens.
A própria natureza possui poder pré-potente que predomina no destino de outras naturezas. Acontece independente de saberem que o sobrenatural transmuta o meio da osmose de outrem sem a impressão de que algo se inicia em algum ponto quando termina o que nada inicia em ponto algum ou em alguém. Tampouco há por aí o contato direto com outra hierarquia fazendo sentir a certeza de que as outras dimensões se sustentam por sua vivência terrena.
Quem conseguir enxergar o movimento motivador do desejo de ver o efeito alimentará o cálculo do desapontar da existência no infinito ponto de convergência que, no universo, conduz ambas as fontes.
O caminho de um só para o caminho de cada um, só.
Todos os seres são naturais pela própria natureza natural que faz a evolução tornar-se informal.
O que deprime alguns humanos é querer compreender a reação do fruto da reação primitiva sem entender a arqueologia da geometria da formação dos universos finitos para o infinito da Criação infinita na origem de todas as coisas.
Não alcancem a visão do desejo se o desejo não lhes dá a certeza de que alcançaram o autoconhecer do Eu Não Sou do Eu Não Sou para o qual Sois o Eu Sou do Sou Eu Sou. Não entenderão o que não conheceram, como conhecer e o que não se saberá: como é que foi a própria captação, concepção e tração do Espírito Matriz. Não conseguirão nem mesmo acessar o símbolo pessoal como Anjo encarnacional na característica natural de sentir claramente expresso viver o propósito do programa do Verbo de Deus.
Ser filho do outro não significa que deva dispersar o Deus desconhecido como tutor da adoção terrena. Significa que algumas sensações de adoração devem ser repassadas ao patamar da própria sabedoria na memória sobre si.

Fiquem na Luz!

Namastê in natura

Namastê in natura
Escrito por Shiva Crisna Sualyom
Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2013 03:17
Canalizado por Sergio Ajabiim

Olá Crianças da Luz,
Namastê!
Namaskar de sua reverência sobre o próprio Espírito Submatriz na sutil força radiante do Eu Sou Eu Sou para o Eu Não Sou Eu Não Sou. Que assim seja em sua mente e coração e dentro de cada um. Que todos sejamos nós mesmos até na negatividade não aceitável das inúmeras seitas, religiões e cultos à parte dos sinais. Que contenha a combinação básica de cada Alma Persona nos valores preciosos para todos e a refração dupla ao próximo.
Namastê sem o apreço de restrição na combinação simples das forças naturais encarnacionais para o ciclo de cumprir o que o universo não lhes responde por meio de rituais. Tampouco responde no momento de fortes emoções ao planeta, o berço Mãe Terra, não ser mais aparente sustentar o poder de quem busca o poder do fracasso do próximo.
Namastê aos sucedidos com espontâneos vivas naturais. Que seja Amor sem ser projecionismo de outros tipos de forças e barreiras que encobrem a abertura da qualidade da Inteligência. Aos conservadores da violência e dominadores de portas abertas à vizinhança que não permitem a sustentabilidade igualitária para todos sob os raios, ocultando as diferenças de classes.
Namastê pelos medos projetados ao gosto da representação projetada para a nova humanidade.
Namastê in natura aos aquecimentos da conseqüência do ato humano no déficit da negação do bem incomum como outra expressão natural.
Namastê pelas causas, caos e fatos de acontecimentos assustadores. Às vezes o poder do planeta não possui o giro de todos os acontecimentos para quem não sabe qual escolha intriga a honra do Espírito do próximo que reside no topo da humanidade. Pela integridade da sabedoria como escolha quando, no lugar do Eu, saúda o Deus do próximo para que nós sejamos um.
Namastê pelo lado divino que cumprimenta o divino do dividendo de quem não compartilha com vocês a divindade dentro do outro quando ele nem se sabe saudar o deus que está como Deus que habita toda parte.
Namastê para cada apocalipse pessoal que faz parte da mente coletiva de ontem. Da esperança silenciosa que faz o pessimismo do próximo ser tão natural no metafórico fim de outrem, tornando-se histerismo epidêmico. Da grande graça de saudarem a si mesmos na insegurança, insatisfação e depressão em busca de solução nos atos do Namastê de quem, hipoteticamente, hipnotizou a si mesmo como fuga.
Sustentem o próximo Namastê nos saravá da vida, nos axé dos outros, no o senhor libertará. Façam-no com paz profunda para o que o mestre racionalizador do próximo goste o máximo possível de ver coisas más e boas. Façam-no na nova modalidade mística esotérica do espiritismo quântico aos curadores estelares durante o resfriamento do uso racional na ordem do Namastê.
Recursos xamânicos cósmicos por níveis apométricos voltarão no Namastê de compaixão para elevar cada emanação por entre os não devotos restritos. Elevarão as crenças divinas para quem não conhece os poderes e atribuições dos movimentos nas atitudes movidas pela ação dos templos, igrejas, evangelhos e messias não ortodoxos. De forma oculta, fecham a porta para a revelação do próximo sofrimento por quadrante dos Portões dos Dias entre as confederações, federações e fraternidades sobre o que conhecer daquilo que existe para o reino de inúmeros seres ou deuses. Alguns já não possuem os brasões de Comandantes Estelares similares do que entendem como Guerreiros da Luz. Pela luz dos Namastês não há como conhecer se a luz possui conflito emocional humanóide em meio a quem não mais inveja cada momento de projecionismo nas meditações diárias.
Namastê para o consenso da sustentabilidade de seus corpos e almas ao longo do autoconhecer a si mesmo sem ser necessário resgatar o que há na realidade paralela. Pelos inúmeros relaxamentos vindouros a quem chegar à luz de unificar a respiração conscientemente com o Namastê do mantra que ninguém possui. Pelo genético dispositivo de voltar ao próximo sacrifício comum de quem se crucifica para que todos nós sejamos um.
Responda pelo lado oculto de seu íntimo: aonde desejo chegar?
Namastê pelo perdão a quem não pertence à humanidade no desafio de querer eliminar como exercício o próprio sofrimento psíquico que os mantêm encarnacionalmente interligados às energias planetárias.
Namastê pela causa do amor de quem não concorda que somos todos um para quem cria todas as vítimas da desigualdade por destino malsucedido.
Namastê para quem controla o sentido de sua escolha e cuja atitude pessoal não lhes faz exercer o exercício da sabedoria do saber.
Namastê que espera a libertação do perdão entre Alfa & Ômega no abuso das leis constituinte dos argumentos a respeito da próxima violência coletiva latifundiária que conserva a conduta para outras vidas.
Namastê pela busca do amor no qual o entendimento inconscientemente não quer aceitar quando observa as discussões dos outros. Pelas eras de brigas, lembranças que remontam à inquisição passada e se soma a outras situações da vida.
Namastê para quem se arrepende de ter colocado outra vítima no asfalto da vida e que sempre fará vencer o opositor oculto do desconhecido de todos.
Namastê pelas frustrações que conduzem aos vícios dos causos no caos. Pela guarda silenciosa de quem culpa o próximo, no fundo da alma. Pelo mergulho interno de não se perdoar no imprescindível “olhai os lírios dos campos”. Pelo mergulho das civilizações passadas.
Namastê pelo ciclo de Júpiter, que se alinhará ao de Saturno devido à intensidade de energias superpostas para o momento no qual os céus derem a vocês o que for favorável com crescimento e aprendizado… Quando o autoconhecer estiver no sincrônico sentido de Meu Deus, bem-aventurado seja mais esse dia de viver para o novo estágio do futuro.
Por Vossa Luz sejamos abençoados.
Amém, Namaskar, Namastê!

Fiquem na Luz!

Novas capacitações sensitivas em 2013

Recebemos a canalização abaixo de Sérgio Ajabiim:

“Novas capacitações sensitivas em 2013, Escrito por Égueybê Rá Yam Tôalá
Sexta-feira, 07 de Dezembro de 2012 03:37
http://www.uthoi.com.br

Olá Crianças da Luz,

Seria engraçadamente mais que demais engraçado se por acaso houvesse alguém no planeta Terra que conseguisse traduzir cada motivo das inúmeras variáveis de dificuldades na emocionalidade relativa à posição exata da origem migratória do Espírito Matriz de todos que ultrapassam o sistema do Cinturão de Fótons da Fonte Que Tudo É. Se conseguisse fazê-lo naquilo que pertence às informações sobre a variação de personalidade na Alma Persona que contém, em sincronicidade, as evidências astrológicas sobre a formação e aceitação política, religiosa e cultural de todos. Tais evidências distanciam as personas encarnacionadas do que é absoluto sem a relatividade de suposição de a Carta Estelar ensinar os registros que fazem parte da Memória Quântica.

Os íons-raios atomizados possuem o quadro do dobro do fator ectoplasmático cósmico galaxial. Contêm dados da organização da Inteligência Espiritual, transferida como registro a todas as células entre os níveis de posição do aspecto de diferença. Na forma de ponto base, as funções primordiais dos motivos dos humanos, seres, espécimes e coisas pertencem ao ciclo de pendência da trajetória de todos os Voluntários e Peregrinos como Filhos do Eterno na empiria das modalidades de sobrevivência. A interpretação da sustentabilidade dos inúmeros oráculos (védicos, cabalísticos, xamânicos, chineses, zodiacais siderais etc.) na posição de expectativa das atribuições do apocalipse pessoal com influência de cada particularidade ressoa em todos que respiram, fazendo-os sofrer mutações e transmissões. Vivem o que pertence às inúmeras personalidades de Espíritos Luminais como mediadores entre o Céu e a Terra. Prevêem e interpretam todos os sinais abaixo da divisa do Relógio Cósmico Celeste do centro divisor do Tao do Equador Celeste. Dão a importância da máxima precisão de todos os movimentos por unidade de nascidos. E, principalmente, respeitam sem sensacionalismo as diferenciações regenciais das crianças Cristal, Perolada, Índigo, Jardineira e Abiku em meio às memórias de vultos da histologia que provocou e provoca a persuasão da natividade da verdadeira Inteligência Espiritual.

No silêncio oculto do vácuo existe a presencialização de seres que regenciam a propagação dos raios do Verbo de Deus. Para muitos, tais seres podem ser representados por qualidades de tipos de Espíritos Luminais. Para alguns, correspondem à população de hierarquias que permeiam o padrão cultural das entidades da Fraternidade Branca, Santos, Anjos, Serafins, Querubins, Orixás ou Comandantes Estelares na configuração dos Seres Censores dos Odús do Eterno de Deus. Enveredam-se em meio a seres de nomes impronunciáveis que pertencem à raiz-matriz de dialetos muito anteriores ao aramaico erudito das civilizações Yabocrithy (precursora da raça-matriz pré-adâmica). Esses seres nem sempre possuem consolidação dos genes-íons de divisas de freqüência com os Seres Arcanjos da Bainha da Espada dos Quadrantes do Centro de Fogus dos Orbes do Centro Administrativo dos Conselhos do Sistema dos Arcanjos da Espada da Justiça de Deus. Nas próximas Eras, não estarão apontados em livro nenhum sobre Deus.

Se todas as benções provêm para cada um de todos nós, conservar e saber ouvir a voz de Deus pelos modos de Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo não separa a consagração das coisas santíssimas mantidas por inúmeras pessoas. Isso independe dos exemplos passados, das experiências espirituais que possam eliminar a insegurança no suposto temor inconsciente coletivo de Conhecer a Si Mesmo em ressonância com o propósito de servir a Deus.

Que entendimento acontecerá para quem possui abundantes benções como auto-identificador de Dons podendo beneficiar a si e ao próximo? Quem poderia fazê-lo involuntariamente de imaginar o que se interliga ao contexto do intelecto-emocional e psicoespiritual? Que seria resgatar a alma para quem se lembra do momento da migração de passagem e compreender a Roda de Samsara (o ciclo reencarnacional) como passagem adaptacional por outros planetas ou pela última galáxia vizinha para cada um se aproximar de não mais desperdiçar a própria vida?

Independente da qualidade de sensitividade por modalidade mediúnica que estiver cheia de sensação de utilidade pública, há alguém que possui, no vazio íntimo, a insatisfação do selo da balança do ibope por entre os Espíritos Luminais além das entidades. Isso acontece até mesmo a quem conhece de forma literária Saint Germain, Kuanin, Maria, Kuthumi, El Morya, Lanto, Paulo Veneziano, Hilarion, Rowena, São Miguel, Serapis Bey, São Jorge, Buda, Pórtia, Metraton, Mestre Jesus, os Avatares e inúmeros Mestres Ascensionais que transmutaram para outros tipos de raios que não mais pertencem a Era de Aquário.

Tal feito independe da Ordem da Estrela dos dirigentes invisíveis dos mistérios do sistema dos Seres Censores dos Odús do Universo da Onisciência, Onipotência e Onipresença que possam aquebrantar memórias hebraicas ou judaicas. No paralelismo com os Lanonadecks, Voronandecks, Melquisedecks, Goronandecks, Rorantilanona-decks e demais seres, em meio aos Caboclos, Pretos Velhos, Ciganos, Santos, Anjos e Orixás, muda o que não precisa ser identidade associativa com a cultura ocidental ou oriental para anular a insatisfação daquilo que difere as ciências sagradas. Não ameaçará o futuro onde balançarão as novas formalizações quânticas que pesam as Almas para possuir sorte além da espreita espera do novo Messias. Na simples identificação de todos os fatores por si, farão o entendimento da necessidade de mudança profunda no modo como cada persona e sua sociedade têm um bom relacionamento. Também ocorrerá para o que possa elevar os padrões espirituais harmônicos aos paradigmas globais na cultura supérflua alternativa. Assim ocorrerá para o que seja real e viável independente das próximas catástrofes anunciadas com tanto vigor.

Que a interação entre a vegetação, animais, humanos e o planeta como decreto-lei da fuga do efeito da criminalidade particular ou coletiva não seja a vaidade dos próximos vaidosos para quem anseia pelo resgate de qualquer nave interestelar.

Unifiquem o oposto do oculto da consciência da ansiedade. Façam-no naquilo que pertence à expansão da consciência com a lembrança da restauração da verdadeira qualidade sensitiva para não mais transferirem lembranças dos supostos falsos profetas ou não por etnias políticas e culturais. Que seja possível eliminarem também as profecias tupiniquins entre outros tipos de xamânicos que não terão orientação das propriedades dos ventos, fogo, terra, ar e águas que sirvam a todos os viventes. Independente da consciência do cérebro e coração, que vocês sejam capazes de compreender o que acontecerá na não-fenomenologia das trocas de energias dos raios provindos do sistema centralizador e equilibrador do centro de sua galáxia.

As trocas da nova força da natureza serão regenciadas por Eloins Tronais dos Seres Arcanjos da Bainha da Espada dos Quadrantes do Centro de Fogus dos Orbes do Centro Administrativo dos Conselhos do Sistema dos Arcanjos da Espada da Justiça de Deus. Isto sensibilizará pensamentos, sentimentos e ações. Pouco a pouco serão eliminadas e desprogramadas as toxicidades da cortina da impureza para poderem possuir assertividade na divinização particular de cada um.

Rezem para reencontrar o Espírito Submatriz que possa ajudá-los no céu de sua unidade divina do próprio Espírito Matriz do Eterno. Isto os fará compreender a ascensão do ciclo cósmico a qual pertence como Filhos Co-criadores do Eterno no melhor significado dos modos de viver e trabalhar sentimentos, ações, pensamentos. Representará a própria realidade encarnacional a despeito da região, do lugar, do espaço ou do tempo no qual nasceram. Para cada energia divergente que possa acontecer na própria vulnerabilidade emocional, que superem outros conflitos desde a raiz da antiguidade. Entre as crises e injustiças, que a própria verdade ascensional íntima seja o divisor evolutivo do estágio de si para os outros. Assim realizem na escala pertencente aos aspectos físico, emocional, mental e espiritual para que, no novo tempo de si, seja imprescindível cuidar-se como ser voluntário a serviço de Deus.

Que suas novas capacitações sensitivas em 2013 sustentem a restauração da propagação do Verbo de Deus.”

Tenham todos uma ótima semana!

Fiquem na Luz!

Na cronologia temporal de 2013, descubra a herança divina na particularidade íntima de sua Alma

Acabamos de receber esta mensagem do amigo Sergio Ajabiim:

Na cronologia temporal de 2013, descubra a herança divina na particularidade íntima de sua Alma

Olá Crianças da Luz,
Neste instante do agora de hoje, que refletirá no amanhã, transladam novos impulsos de raios desdobradores mantenedores enviados pelos Seres Arcanjos da Bainha da Espada dos Quadrantes do Centro de Fogus dos Orbes do Centro Administrativo dos Conselhos do Sistema dos Arcanjos da Espada da Justiça de Deus. Tais impulsos pertencem à transmultidimensionalização da forma cronológica temporal de 2013 para cada pulsar luminal. Com codificação de micro íons, fazem parte dos sinais contidos na forma atomizada da Molécula da Criação Primordial primitiva do Verbo de Deus por todas as coisas sustentadas através do Fogo do Sopro Vital da Vida. Também se envereda pela lei da atração aos filetes da Chama do EU SOU EU SOU. Na particularidade do cálice dual dos Átomos Luz da Chama Trina Crística e Átomos Luz da Chama Trina de Virgem Maria, ocorrerão gradativamente novas formas que darão acesso ao interior do Templo Interno. Isto será movimento da ação involuntária desconhecida de cada um por motivos diferenciados. Relaciona-se aos Seres Censores dos Odús Eloínicos de sustentação migracional encarnacional naquilo que pertence ao caminho do autoconhecimento do próprio Espírito Matriz.
Esse evento faz parte das novas mudanças cíclicas temporais do que há de vir. Todos terão grau de compreensão do que sentir no sentido de estar vivo independente do que possam perceber como disfunção emocional com a compactação físico-orgânica. Nem todas as interiorizações serão quadros de manifestação multidimensional para quem elevar a descoberta da Inteligência Espiritual no estágio da quadridimensionalidade. Está além de intuir como identificador por dobras de arquivos particulares Ser Viajante do Eterno e Ser Peregrino do Eterno. Com lógica espiritual em cada despertar, evento e particularidade, em meio ao que é complexo na linha do tempo, evidenciarão a nova dinâmica da inteligência quando perceberem com plenitude os parâmetros da Memória Quântica na variante tradicional do que é verdadeiro para o conhecimento de cada humano.
A cada quadrimestre acontecerá o movimento do silêncio da estagnação do giro cíclico do Sol Central regente. Para os futuros eventos, sob a equação pulsar dos raios luminais, isso provocará o surgimento de novos tipos de vulcões; vegetações; a seletividade de algumas espécies aquáticas e terrestres; a migração de placas tectônicas; mudanças térmicas aquáticas migratórias como contribuição para a restauração marítima e a reconstituição de antigas áreas desérticas – sincronicamente surgirão novos tipos de desertos. Isso influenciará a trajetória da velocidade dos ventos que serão sentidos pela nova mudança do eixo galaxial na abertura do avistamento de outros sistemas de galáxias, planetas e satélites com tipos de raças diferentes. Tal identificador responderá o que se julgava segredo. Como se houvesse algum tipo de chave superior para abrir as portas do coração e fazê-los contatar, falar, ouvir, aceitar, não aceitar, resistir e insistir na simplicidade de como alcançar o que supera a visão além da realidade do desejo anterior.
Na variação antecessora da quadrimestralidade do efeito da contagem cronológica das festividades natalinas, o que puderem louvar ao observar cada estadia do estado interior com a certeza do autoconhecer do Eu não Sou do Eu não Sou sem trair cada realidade por evento baseado em todos os fatos reais não fará parte de novas profecias. Tampouco consolidará os ficheiros de Cartas Estelares entre as diferenças dos oráculos astrológicos. Nada se igualará nas previsões. Supostamente haverá outros tipos de hologramas reflexivos para o futuro, que no passado de hoje, o ontem, não terão saudades.
Alguns Mestres/Mentores cujos nomes atualmente se tornaram desconhecidos falaram da bem aventurança a quem tinha ansiedade de abrir o coração. Consolaram quem imaginava que abençoar seria perdoar o que não sabem. Imaginavam perdoar para alquimizar as portas do coração, mas o segredo do chaveamento não pertence ao coração emocional holográfico físico e muito menos imaginativo. Quando em momentos fervorosos, queiram identificar como especial SER FILHO na tutela terrena. Identifiquem a autoconcepção diferenciadora entre Alma Persona e Alma Encarnacional no propósito do programa do Verbo de Deus: a raiz matriz do Espírito Matriz. Mas antes de fazê-lo, rastreiem-na por onde nunca perderam; o real Dom sensitivo que não tem referência no intelecto.
Não julguem em si mesmos as causas e caos do imaginativo Guerreiro da Luz na modalidade de arcanjo que ninguém foi. Não o façam no caminho dos encarnacionamentos por trilhas que não despertarão lembranças de luzes irradiantes para o próprio louvor auto-identificador entre as crianças Cristal, Perolada, Índigo, Jardineira ou Abikú. Um resgate de lembranças como semideuses do futuro profético dos messias passados.
Os argumentos que não apresentarem o resultado da ignorância passada não serão detalhados para as novas gerações no equilíbrio do mundo celeste. As novas personalidades não editarão os roteiros a quem acreditava que o universo conspiraria para a individualidade desejada. Não significa que será riqueza para as novas crianças que não ficarão espalhadas ou soltas nos portais dos bueiros do submundo metropolitano. Assim ocorrerá principalmente para quem aprender, na forma educativa, que este futuro do passado presente contém a limpeza dos erros presentes do mesmo futuro formal quântico.
Na régua métrica pedagógica curativa quântica, outras pautas identificarão inúmeros cidadãos disciplinados sistêmicos no compromisso contínuo dinâmico com a nova modalidade de subserviência. Identificarão na sentinela da obediência da suposta vida prática como sub-elemento lúdico quando disserem que derramaram suas Almas uns sobre os outros de todos vocês.
As visões não serão sonhos a quem, no passado, propagava castigo, punição e condenação entre aqueles que aguardavam encontrar o tabuleiro mencionando como seria o caminho, a verdade e a vida. Ou então qual pai seria o Pai de todos aqueles que ninguém de um alguém qualquer conhecerá. Houve quem dissesse que Ele estava por vir entre os adotivos que exortavam, em unicidade privilegiada, nas rugas irretocáveis, a similaridade com os outros antigos. Mas qual seria a Justiça de encontrar o reino modicado para quem acrescentou possuir o conhecimento da presença de Deus, o Verdadeiro Deus?
Mantêm-se inúmeras dúvidas de qual civilização oferecerá o que é bom a favor de quem não eliminou as lágrimas não enxugadas no conservadorismo de guerras, conflitos, pobreza e avareza. Multiplicam as dúvidas de qual pranto, lamento ou dor faz o passado estabelecer o não ascensionamento individual da partícula quântica para as coisas de Deus na unicidade que estabelece a vida. Essa vida não mais será fraseada nos murais quando ultrapassarem a chegada do fim que não chegou.
Chegou o tempo presente, que no tempo do futuro será outro tempo presente dos herdeiros, segundo o que os outros não prometeram.
Tudo que na Vida VIVE possui a mesma qualidade de Sopro que faz parte dos fatores distributivos da herança primitiva do instante em que Deus herdou de Si Ser Deus de Deus de todos os deuses.
Portanto, descubram a herança divina na particularidade íntima de sua Alma.
PS.: leiam e estudem os ensinamentos do método Eloim Reiki para facilitar sua compreensão.

Escrito por Égueybê Rá Yam Tôalá
Quinta-feira 01 de Novembro de 2012 01:11
http://www.uthoi.com.br

Fiquem na Luz!

Programação dos Cursos do Rodrigo Romo para 2013 – Vejam e planejem

Ola amigas e amigos, bom dia!

Conseguimos acertar com o Rodrigo as datas e a sequência de cursos para 2013!

Lembro que ainda teremos este ano, nos dias 9 e 10 de Novembro o curso Upgrade de Cura Quântica Estelar, sòmente para as pessoas, terapeutas ou não, que tenham concluido o curso de Cura Quântica. As inscrições para este curso estão em andamento, via e-mail para luizakehl@gmail.com

A seguir o programa para 2013:

Março 9 e 10 Curso de Cura Quântica Estelar
Abril 27 e 28 Curso Cura IV
Junho 29 e 30 Curso Comandos Estelares
Agosto 24 e 25 Curso Voronandeck/Melchisedeck I
Outubro 12 e 13 NOVO CURSO CURA QUANTICA II com novo material
Novembro 30 e Dezembro 1º curso de Rometria

Aproveito para lembrá-los de que temos em estoque, para atender aos amigos, todos os livros de autoria do Rodrigo, além dos florais OmRom, inclusive os novos recém lançados.

Podem fazer seus pedidos via e-mail para luizkehl@gmail.com

As descrições também estão no nosso site http://www.luizkehl.com.br além dos sites do Rodrigo.

Fiquem na luz!

A noite de autografos na Livrarias Curitiba em Sampa

No último sabado em São Paulo autografei o Livro na filial das Livrarias Curitiba no Shopping Aricanduva. Houve boa presença já que o shopping é talvez o maior de São Paulo.

Autografando em Sampa Set 2012

Autografando em Sampa Set 2012


A livraria disponibilizou um espaço bom, e expos o livro em várias áreas da loja. Nosso novo editor coordenou o evento.

Livrarias Curitiba em Sampa

Espaço para autografos da Livrarias Curitiba em Sampa


Aproveitamos para tratar com o editor do novo lançamento que esta sendo preparado, desta vez com profissionalismo, já que até o momento fizemos todas as tres edições como “amadores”. Temos bastante confiança de que com uma editora especializada na área espiritual conseguiremos levar a mensagem ainda mais longe. Que assim seja!

Beijos, e fiquem na luz!

Livrarias Curitiba em São Paulo no Shpping Aricanduva – estarei la!

Tenho duas notícias para compartilhar: Temos uma editora que a partir de agora estará encarregada de editar e distribuir o meu primeiro livro. É a Signum Editorial Ltda.

A segunda é que já por intermédio desta editora estarei em Sampa para autografar na loja das Livrarias Curitiba, no shopping Aricanduva, sabado dia 15 de setembro próximo, às 19:00

Quero convidar a todos para comparecer para trocarmos idéias, e autografar seu exemplar, o que será um imenso prazer.

Então, aos que moram em São Paulo, meu até Sabado!

Fiquem na Luz!