A Morte Não Existe

Mensagens, depoimentos e informações sobre a história da Joyce

James Eduardo dos Reis Pinto – Canoas, RS

Olá Luiza,
 
Meu nome é James Eduardo, moro em Canoas. Estou lendo o livro A Morte não Existe.
Tenho 45 anos, desde meus 26 anos aproximadamente – não sei ao certo – trabalho em um centro espírita, o Francisco Xavier, numa travessa da Protásio Alves. Devo dizer que por alguns períodos eu me afastei e depois voltei. Atualmente estou voltando a trabalhar após um
desses afastamentos.

Bem, um dos métodos que uso para selecionar os livros que compro é o
intuitivo, – pra ser mais elegante, digamos assim, ok! – na verdade eu costumo, em muitos casos, receber mentalmente a ordem: “compre este livro que ele será importante para você ampliar seus conhecimentos, James”, e foi assim que comprei o seu livro.
 
Realmente, o formato, a forma de comunicação o torna diferenciado, mas foi a mensagem passada pela Joyce que me chamou atenção. É verdade que os assuntos transmitidos ali não são novidade para mim, mas pude revisar muita coisa e gostei. A Joyce vai direto ao assunto. Sem enrolação e eu gosto muito disso. Quase que a totalidade dos livros que compro são técnicos, mesmo alguns romances, são uma mistura de técnico/romance.
O livro de vocês duas é ótimo. É um curso fiel de como é e funciona a
espiritualidade, parabéns.
As dicas de melhoramento que a Joyce nos passa são ótimas e extremamente oportunas, eu me uso como exemplo. Trabalho e estudo o espiritualismo ha tanto tempo e ainda estou fazendo força para AMAR ao meu semelhante como a Joyce nos pede no livro. Meu
pensamento muito lógico e racional e esta sempre JULGANDO e EXIGINDO. Já há algum tempo venho lutando contra isso, apenas tentando aliar o conhecimento com o AMAR, sem julgamentos e tudo o mais que vem junto.
 
Ainda não terminei o livro, estou na pagina 193, quando terminar, se você não se incomodar, mando-lhe outro e-mail.
 
Eu gostaria de dizer mais uma coisa. Através da minha sensibilidade pude sentir claramente a energia da Joyce, hoje inclusive 27.06, quando parei de ler e fiz uma oração agradecendo a Deus, pelo livro
e as palavras de vocês, e  pude sentir claramente a energia dela.

Amor, Paz, mas uma pessoa impetuosa, foi assim que captei a personalidade dela naquele momento. (o termo, impetuosidade, foi o que melhor achei no momento, mas não sei se é bem esse, as vezes fica muito difícil colocar no papel um sentimento captado.)
 
Obrigado por tudo, a você e a estrelinha Joyce.
 
Paz e Luz
 
James Eduardo dos Reis Pinto

Anúncios

2 Comentários»

  Marilene dos Santos wrote @

senhora: fiquei curiosa com o seu livro mas entrei nesta página porque procuro um amigo James Eduardo dos Reis Pinto então aminha procura caiu aqui; se for possível falar com ele meu e-mail é “marilenecsms@bol.com.br” pq no outro me haquearam. Grata, Marilene Santos.

  luizakehl wrote @

Marilene, estamos repassando seu e-mail para o James. Atenciosamente


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: