A Morte Não Existe

Mensagens, depoimentos e informações sobre a história da Joyce

Arquivo para Canalizações da Joyce

Mensagem da Joyce pelo dia das Mães

Ao buscar mensagem da Joyce vejam o que aconteceu! Abri o livro na página desta mensagem de 2004, justamente para o dia das mães! Então compartilho por ser muito apropriada, valendo para todas as mães, e de modo especial para as que perderam algum ente querido. Estamos sempre em contato!

Joyce

                              Joyce

“Mãe querida, eu te amo muito, muito, muito. Sinto falta de nossas comunicações, mas respeito tua reserva.

Está fazendo um ano que recebemos este presente eterno.

Sabes que podes contar sempre comigo. Te amo com todas as forças do meu coração. Quero que saibas que estamos unidas por toda eternidade. Que este presente que ganhamos é um privilégio de quem aprendeu e praticou seu conhecimento. É mérito nosso e podemos usá-lo sempre. É um canal de ida e volta, embora, muitas vezes, eu queira usar, só posso se também o quiseres, pois não posso interferir na tua disponibilidade ou vontade.

Sei que quando as coisas se acalmarem também estarás mais receptiva.

Estes momentos vão acontecer sempre, mas não te preocupes, só gostaria que entendesses que é normal.

Hoje é teu dia! Um lindo dia em que relembro nossos momentos felizes. És a melhor mãe do mundo.

Continuo te amando ainda mais do que antes. Continuas sendo minha âncora, meu espelho. Sinto como filha, uma paz e um amor enorme no meu coração, irradiado pelo teu. Não chores, pois tuas lágrimas me entristecem.

Te amo por tudo o que és, pelo que foste e pelo que serás.

Te sinto junto a mim o tempo todo. E assim é: estamos unidas sempre e para sempre.

Um super beijo para ti e para a vó, minha segunda mãe, pois, sem ela, tu não existirias.

Amo vocês todos, minha linda família.

Beijos,

Joyce” (9 de maio de 2004)

Beijos, e fiquem na Luz!

Luiza

A Morte não Existe

               A Morte não Existe

Anúncios

Mensagem aos Jovens!

Nesses tempos de Olimpíada, nesses tempos de divulgação dos esquemas monumentais de corrupção, nesse clima de incertezas sobre o nosso futuro, quero divulgar, de modo especial aos jovens, mensagem que está na página 218 da quarta edição:

Joyce

Joyce

“Gostaria de deixar um incentivo aos jovens que, na busca da ânsia de viver, se detenham na simplicidade das coisas. Não quero servir de exemplo para ninguém, mas devido às minhas restrições, deixei de experimentar certas situações como exibicionismo, mesquinharia, grupinhos fechados, etc. 

Tive poucas amigas de verdade, de coração mesmo. Mas a amizade que tive era verdadeira e infinita. Minha infância foi muito feliz. Vivenciei muito e curti demais minha família. Minhas atividades eram saudáveis e sempre pude fazer o que gostava, mas dentro de normas salutares. Tive minhas broncas também, como, qualquer adolescente. Fiz muita bagunça com amigas em casa e na praia. Acampava com minha amiga Natália na sala de casa, onde ficávamos até tarde assistindo TV, comendo pipocas, sorvete, assistindo filmes (muitas vezes de terror, o que não nos deixava dormir de medo). Às vezes, acampávamos numa barraca no jardim de casa. Era uma aventura. Muitas vezes o acampamento terminava à meia noite, quando entrávamos em casa, mortas de medo dos barulhos estranhos. Era muito divertido, até parecia que gostávamos de sentir medo. Ríamos de nós mesmas, do nosso medo, da nossa imaginação. Estas experiências marcam nossas vidas, pois são momentos de liberdade, de contatos e vivências com amigos e com a natureza, que ficam registrados para sempre. 

É para este ponto que gostaria que observassem mais: a natureza, a simplicidade, a amizade. Existem tantas opções de divertimento saudáveis e os jovens buscam sempre o mais complicado, o mais perigoso. 

Divertimento noturno é bom sim, periodicamente. Não como meta de todo o final de semana, pois estarão gastando seus dias de lazer sempre da mesma forma e deixarão de conhecer novas opções, pois não terão tempo para isto. 

Não pensem que é ‘mico’ sair com os pais, acampar, encontrar amigos em suas casas, tomar banho de piscina com eles, conversar, caminhar, ir a um parque, etc. Estas são atividades sadias que somarão experiências para suas vidas, pois terão que tomar decisões, resolver pequenas situações, enfim, tomar atitudes. Não estarão sendo ‘levados pela massa’ a fazer tudo igual a todos. Terão oportunidade de demonstrar suas habilidades e conhecimentos. Aprenderão a ser pessoas completas, diferentes, pessoas de decisões. 

Isto somará pontos valiosos em suas vidas, no seu futuro, pois pensarão duas vezes antes de serem direcionadas a caminhos tortuosos. Saberão como discernir o bem do mal, o bom do ruim, o verdadeiro do falso. 

Acreditem em vocês, pois vocês são especiais. São jovens que formarão uma sociedade nova, mais humana, saudável, correta, fiel a seus princípios, justa e evoluída. 

Necessitamos desta geração consciente de suas responsabilidades para termos o apoio necessário para as grandes mudanças. 

Vocês são a chave de ouro para o salto evolutivo que se aproxima.

Aproveitem a vida. ‘Curtam’ com alegria cada momento e busquem no aprendizado a prática de suas ações. ” 

Beijos, e fiquem na Luz!

Luiza

3 de agosto. Hoje fazem 15 anos da passagem da Joyce.

3 de agosto. Hoje fazem 15 anos da passagem da Joyce.

A Morte não Existe

A Morte não Existe

Nos damos conta de quanta transformação tivemos em nossas vidas, e quanto nós também nos transformamos.

Na página 173 do livro encontrei o texto abaixo:

Fui para Abadiânia com minha amiga Bea (Lucia Beatriz Schneider), minha irmã de alma, pessoa maravilhosa que sempre me deu muita força, incentivo e até puxões de orelha quando eu questionava tudo o que estava acontecendo.

Fui para lá com a ideia de colocar em prática tudo o que já tinha aprendido. Não tinha mais nada para pedir às entidades de lá, somente agradecer e retribuir.

Então, durante os trabalhos utilizei mantras, orações e apliquei os símbolos que havia aprendido na cura quântica. Foi uma experiência incrível. Realmente eles funcionam e ajudam muito, principalmente quando a pessoa é receptiva e quer ajuda. Recebi até um agradecimento de um ser que foi socorrido e encaminhado para aprendizagem. Foi uma experiência arrepiante, mas sentia-me segura e amparada, naquele lugar, para praticar tudo o que já havia aprendido. Durante todos os anos que frequentei aquela casa, nunca tinha visualizado nada semelhante. Pude ver meu trabalho sendo realizado “ao vivo” e com resposta imediata. Foi um trabalho bem diferente de todos os outros e em todos os sentidos.

Foram três dias de muita gratificação. Eu sabia que estava no caminho certo e a Joyce estava lá para confirmar. (Eu a vi trabalhando e sorrindo para mim como um anjo).

Mas a conexão com minha filha continuava a desejar.

Certo dia, escrevi como se fosse lhe mandar uma carta:

Querida Joyce,

Não estou mais conseguindo captar as tuas ideias. Parece que se formou um bloqueio. Ajude-me a entender o que está acontecendo…

E a resposta veio imediatamente:

“Mãe,

É o teu processo de transformação. Muitas mudanças em ti, mas para melhor, viu! Se precisares de um tempo, não fique preocupada. Terás o tempo que for necessário, sem cobranças… A tua evolução é grande, portanto vais precisar de tempo para assimilar e trabalhar com esta nova realidade. 

Vai ser um trabalho gostoso, gratificante. 

Não te preocupes, tudo vai dar certo. 

Há uma grande transformação também em toda a família (o papi, a vó, o vô e a tia Lia). Imagina vários pêndulos se movendo em várias direções. Parece um pouco tumultuado, mas cada um encontrará o seu caminho, seu equilíbrio, sua paz interior e a partir daí, tudo será mais fácil. As confusões mentais não existirão mais será tudo limpo e transparente. 

Eu amo muito todos vocês. 

Joyce” (17 de julho de 2003)

Beijos, e fiquem na Luz!

Luiza

Felizes aqueles que têm fé e amor dentro de si.

“Felizes aqueles que têm fé e amor dentro de si.

Diamante de Luz

Diamante de Luz

Sabemos que grande parte da humanidade procura, mas não encontra. Na verdade não sabem nem o que procuram.

O despertar da consciência vem de dentro e cada qual tem que encontrar um momento para si. Um momento em que se possa ficar em silêncio, procurando respostas em nosso interior. É uma prática que não requer grandes conhecimentos e que se pode obter respostas a todas as nossas dúvidas. Não precisamos, para isto, procurar lugares específicos, templos ou grupos, nós somos nossos templos e dentro dele podemos nos recolher e passar horas isolados do mundo externo, sem interferências. Este gesto é cada vez mais constante entre a humanidade. Vários estão sendo tocados para o despertar. Não precisamos temer o desconhecido, uma vez que nós próprios fazemos parte dele.

Precisamos apenas de um pouco de disciplina para determinar o momento e deixar fluir. Precisamos nos lapidar para entender as transformações que estão ocorrendo com cada um. Não podemos mais ficar inertes, apenas aguardando os acontecimentos. Nós fazemos parte deles e temos que trabalhar para ativá-los. A mudança depende de nós para maior resultado. De qualquer forma, ela está acontecendo, independente da nossa vontade, mas, se ajudarmos, ela será maior, mais intensa e mais rápida. É o nosso momento de contribuição, está na hora de parar de pedir, e fazer. Não podemos ficar de braços cruzados, temos que caminhar todos juntos na mesma direção, levando o máximo de irmãos conosco, de mãos dadas, rumo à união universal.

Nosso planeta pede ajuda e nós podemos ajudá-lo, para o seu bem e nosso próprio. Nossa sobrevivência futura depende de nossos atos de hoje.

Estejamos, pois, conscientes de nossas atitudes. Vamos participar e trabalhar cada momento, cada vez mais, da conscientização, da paz e da prosperidade.

Estamos neste planeta para proteger e não só para usufruí-lo, muito menos para explorá-lo. Devemos, no mínimo, mantê-lo como nos foi entregue, pois ele é a nossa morada nesta dimensão e temos que entregá-lo em condições iguais ou melhores aos nossos sucessores.”

“Não procurem ser menos do que são. Sejam fortes e sabedores de conhecimentos. Resolvam seus problemas usando suas armas. Não são indefesos. Vocês são muito fortes. Busquem o que é seu e trabalhem.

Aprendam com a Fé e a abnegação.

Quando deixamos tudo correr normalmente, sem angústia, tudo se torna mais fácil. Lembre-se de que tem pessoas com problemas muito mais graves que os seus e que sofrem menos porque tem mais fé.

Fé não é só acreditar em Deus.

Fé é aceitar Deus assim como ele é e não como nós rotulamos que ele seja. Deus é amor, é harmonia, é equilíbrio, é conhecimento. Ele simplesmente É.

Devem se espelhar na sua sabedoria para compreender mais, praticando o bem, procurando soluções e entregando-se ao seu Amor.

Nós somos parte dele, portanto temos condições de ser igual. E é para isso que temos que trabalhar.

Conversem com Deus.

Peçam ajuda ao seu anjo da guarda.

Eles ajudarão, e como! ”

Joyce

Aniversário da Joyce – e nova mensagem!

Na última quarta-feira, dia 9 de dezembro, a Joyce faria 29 anos.

Recebi esta mensagem, que agora compartilho com vocês:

A Morte não Existe

A Morte não Existe

“Há 29 anos eu nascia neste planeta. Depois de muito tempo eu voltava para resgatar alguns itens que ficaram em aberto. Junto entrelacei outras histórias que tinham relação comigo e as alinhavei para um futuro despertar.

Foi um período importante para mim e para quem comigo conviveu.
Apesar do curto período consegui fazer bastante. Não o bastante como gostaria, mas o suficiente. Muita coisa não depende só da gente. Depende do tempo de cada um envolvido…
O que realmente importa é que muitas sementes foram espalhadas. Muitas germinaram e outras ainda aguardam, pois ainda estão vivas.

De qualquer forma fiz o que tinha que ser feito.

Se para vocês meu tempo foi curto, saibam que para mim foi um piscar de olhos pois o nosso tempo aqui é diferente.

Não permaneçam na dor da perda pois não há perda. Tudo é ganho: de experiência, de aprendizado, de crescimento.

Sejam dignos de um dia voltarem para a sua casa verdadeira onde me encontro ou outra morada conforme sua história estelar.

Fiquem na Luz!
Joyce”

Beijos, Luiza

Aproveite a promoção da Amazon!

Apresentação1

Hoje é aniversário da Joyce! Estaria completando 28 anos!

A Joyce estaria completando 28 anos neste 9 de dezembro!

Joyce

Joyce

 

O tempo passa, mas as lembranças, as imagens dos bons momentos ficam para sempre!

A saudade fica…mais madura mas sempre intensa! Mas o amor só aumenta!

Encontrei no livro dela, o seguinte:

“Tu ficavas assustada quando eu falava em morte. Mas eu sentia o que ela representava: A Liberdade! Eu só não conseguia explicar. Mas eu percebia que era uma mudança para melhor. Algo mais leve. Eu acho que já estava pronta há mais tempo para partir. Além de sentir esta necessidade de ‘trocar de roupa’, eu também sentia muito ter que te deixar. Nosso amor, nossa família era algo muito forte, que me fez ir ficando mais tempo aí. 

Hoje descobri que este mesmo amor continua… só de uma forma diferente. Mas posso dizer que é ainda maior do que antes. É mais puro, mais desinteressado, mais forte!”

Quero externar o meu agradecimento à Joyce por tudo que nos ensinou!

Beijos e fiquem sempre na Luz!