A Morte Não Existe

Mensagens, depoimentos e informações sobre a história da Joyce

Arquivo para Superuniversos

A plenitude da Misericórdia Divina

Recebemos de nosso amigi Sergio a canalização abaixo:

“A plenitude da Misericórdia Divina
Escrito por Égueybê Rá Yam Tôalá
Quarta feira, 18 de Setembro de 2013 04:13
Olá, Crianças da Luz,
Diante das novas mudanças que se propagarão por dobras de inúmeras ocorrências cósmicas planetárias por sopro galaxial, haverá ressonância que dividirá a força gravitacional das galáxias pelo volume de ventos solares e se misturam a outras inúmeras galáxias equidistantes a vários biliões de anos-luz. Isto ocorrerá principalmente para as galáxias próximas às divisas das esferas periféricas com as ocorrências que sucedem no sistema dos Superuniversos.
Nem sempre tais ocorrências serão percebidas através de suposições evidenciadas nas diversas torrentes de poeira estelar dos ventos solares. Muito menos acontecerá no sentido e percepção do que é tecido para todos os humanos: interpretar, desejar e imaginar aquilo que é inconsciente na qualidade do pensamento, razão, memória, intuição, inteligência e sabedoria. Não mais haverá ego por sentimentos ilusórios, mas, sim, designará a nova capacidade humana de dividir a vivência do natural do sobre natural. Nas próximas eras não existirá o que medir do pensar que não faz o outro acompanhar a nova descoberta da razão fundamento do subconsciente ser mais um recurso inteligente do perceptível comum. Tal fato em breve desfavorecerá as inúmeras escolas que interpretam a mente humana como escrava da realidade condicionada.
Não existem fronteiras na ciência que conquistem o exercício de saber qual área neural despertada terá traços do registro único provindo do sistema dos Genes/Ectoplasmas na configuração do Sistema da Matriz do Espírito Matriz. Tampouco sobre qual esfera genômica cósmica do Sistema dos Superuniversos por variações não poderão ser traçadas regras, leis, doutrinas, idolatrias. O que justificará isso serão as novas mudanças neuroespirituais não coincidirão ou se assemelharão a profecias passadas de inúmeros sensitivos contemporâneos.
Mestres de inúmeras fraternidades, Espíritos Luminais por dobras dimensionais, Espíritos disso, daquilo e de outras coisas muito mais antigos que os de agora, durante tempos memoráveis do ontem, não se enganaram com outros que não souberam interpretar as inúmeras informações divididas em frequências de regências diferenciadas pelo captativo. Nem todos os enganos imagináveis serão resposta condenável quando for necessário afastar os genes vírus do beatismo de idolatria por ansiedade de insatisfação.
Nos próximos quadrimestres, o eixo solar da galáxia terrestre sofrerá outro tombamento nuclear. Isto diferenciará a gradação da mudança avolumada na sustentação pelo vácuo ao percorrer o propagativo Sopro Vital da Vida. Ocorrerão inúmeras novas mudanças energéticas de genes/raios-íons que provocarão diferenças por divisas entre as incontáveis partículas nos volumes de moléculas cruzantes e terão diversas variáveis.
Tais mudanças provêm desde a origem propagativa do sistema do núcleo do sistema administrativo do primeiro sistema base dos Orbes dos Superuniversos. De lá estão sendo enviadas novas partículas que resultarão na propagação de uma nova nascente de galáxias e sistemas planetários com diferenças entre seres, espécies, espécimes, raças, criaturas e coisas. São um vindouro filtro seletivo que mudará em breve as próximas unidades de tempo por pulso de média de segundo. O efeito propagativo acontecerá no sistema do Equador Celeste para ser outra variante dos novos dias de todos os humanos terrestres. Sem dúvida, essa variante terá ciclo de 100 em 100 anos para ser outra maior subdivisão de tempo e será considerada o novo ciclo solar.
Consequentemente, o ciclo encarnacional será seletivo pelas frequências dos sistemas originários da Matriz aos novos humanos. Tais seres possuirão Espírito com qualidade psíquica que não dependerá das interligações de dobras encarnacionais da dimensão astral. Não significa, porém, que seja uma nova raça provinda de civilizações estelares referenciadas a conflitos extraterrestres ou qualquer outra busca de idolatria moderna aos seres espirituais do futuro próximo e que ontem já se relacionavam com outras raças estelares. Nas divisas do sistema cósmico não existem exilados descendentes de outras raças. Isso se assemelha ao que muitos julgam sistema de encarnação, ou seja, o ciclo encarnacional passa a ser um sistema de exílio como filtro de oportunidade para cada linhagem das gerações nas divisas de raças.
Nem todos os arquétipos gerados em laboratórios cósmicos estelares correspondem às divisas de épocas apoteóticas com os seres Melquisedeck, Lanonadeck, Voronandeck, Goronandeck Rorantilanonadeck e outros tipos de seres que possuem Espírito Vjunjis (Voduncys). Eles diferem por sistema eloínico a cada sistema de evolução, expansão e sustentação onde é dito que o Deus-Ômega realiza diferenças com que há no sistema criacionista das coisas do Centro Administrativo da Casa Alada de Deus. Isto se propaga por polos de Alfa e Ômega sobre o resíduo histórico dos Lanonadeck Terciários para os Secundários. São pontos e conteúdos para o sistema genético em relação à hereditariedade do sistema de registro de Akasa.
Dentre as formas propagativas dimensionais nos vários biliões de anos-luz, tal processo influencia todos que recebem o composto dos produtos químicos ectoplasmáticos espirituais por volume de frequência com os Sistemas do Sopro Vital da Vida nas esferas do sistema dos universos da Onisciência, Onipresença, Onipotência por planos cósmicos. Isto causa variação no sistema da Via Láctea terrestre independentemente de serem desencarnados ou encarnados em relação ao volume de combinações das ancestralidades cósmico-divinas ressonando com a vivência planetária passada de ascendentes e descendentes.
Outras ondas de formas possuirão sensibilização para todos os vinculados ao sistema da junta do Conselho dos Tronados, Conselho dos Eloins, Conselho dos Anciões dos Dias, Conselho dos Portões dos Dias, Conselho Cármico da Ordem dos Seres Arcanjos da Bainha da Espada dos Quadrantes do Centro de Fogus dos Orbes do Centro Administrativo dos Conselhos do Sistema dos Arcanjos da Espada da Justiça de Deus. Eles enviarão Mestres, Mentores, Amparadores e Sustentadores na nova configuração de reunião do Conselho dos Seres Censores dos Odús do Eterno de Deus para os momentos dos dias vindouros. Haverá ocorrências qualitativas nas combinações de substâncias físico-orgânicas por nova conectividade de íons com interconversão no sistema do DNA. Assim acontecerá por ligações neurais nos registros do sistema neurocerebral e mudará no passo a passo para o tempo do tempo que modificará a destinação do sistema planetário terreno.
Haverá algo indivisível a cada nascido. Nada o separará do sistema cósmico natal no sistema Matriz do Espírito ainda que haja diferença de nascimento por unidade territorial.
Bem próximo desse tempo todos possuirão a nova inteligência integrativa com visões de praticidade sobre a realidade do motivo de viver na Terra. Isto não dependerá da forma estelar que pertence em meio aos inúmeros planetas, galáxias e universos. Não haverá motivo de chamar o outro de irmão, mestre ou senhor nas facções que doutrinam sua educação de subserviência para imposição da realidade vindoura.
As crianças Índigo, Cristal, Perolada, Abiku, Jardineiras e tantas outras não serão vistas como diferentes para a nova civilização de seres que habitará o planeta Terra.
Mesmo porque não existirá o conceito de nobreza ou patriotismo de quem serenamente converteu-se em escravo dos grandes motivos ao tomar a posição de incentivar lutas, guerras, fome, miséria, pobreza.
Essa tradição deixará de existir para quem afirma que devem se esforçar para a luta entre nações. O espirito chamado “coração de heroísmo e patriotismo” não será o museu histórico do analfabetismo humano sobre o entendimento de viver livre na divergência das aspirações particulares do Espírito que deseja ser livre. Acreditar nos governantes para mudar o rumo do país e em outras qualidades no sentido de pátria será estranho.
Será ainda mais estranho entender em que os humanos no passado foram fracos, ignorantes e estúpidos por entre bainhas, canhões, venenos e guerras de paz. Ao estudar, escutam a proliferação da pobreza da inteligência contemporânea de milênios passados geradora de que devam morrer por outras formas idiotas.
O sentido espiritual do orgulho, do amor devoto a uma causa do conglomerado social não possui solidariedade. Não é motivo de orgulho a tradição que se diz bem-estar na lembrança dos derrotados e vencedores que derrotam a próxima geração do futuro desconhecido.
As novas mudanças não terão sinônimos se o que eliminam no idealismo e ideologia da particularidade de cada sistema afirma possuir a unidade de liberdade contraditória para todos os povos e nações.
Também não há heroísmo para os Espíritos Luminais classificados como Comandantes Estelares existente no imaginário da moral humana para os novos conflitos tecidos. Independentemente de quem é a favor da guerra para alimentar conflitos e competições por ideias, não realizará benefício para o futuro do mundo do reino vegetal, animal e mineral.
Parece não fazer sentido a conservação da mitologia humana para o histórico que não ensina a evitar os próximos erros.
Não fará diferença o exemplo apresentado como moral que possa inspirar a próxima geração. Muito menos terá sentido cultural para pensarem o que retorna à unidade do indivíduo que acreditou possuir status a fim de pertencer a alguém e ser ninguém.
Em diversas situações históricas, nem o espírito do heroísmo, nem o espírito do patriotismo elevarão a arte espiritual da paz baseada nos detalhes do passado. Isso encobre suas pesquisas que afirmam querer salvar o mundo ou o planeta e o “Senhor Salvador que possa tirar o pecado do mundo”.
A consciência não será nova porque não existirão os contadores de cultura para defender o sentido seletivo de suas guerras ou porque nascerá o próximo humano no natal de suas vidas. Ele não será considerado cidadão que carrega emblema, símbolo, bandeira ou brasão agregado à geração passada.
Essa nova semente provém de unidades cósmicas galaxiais propagadas pelos anéis boreais do sistema dos Superuniversos e terá significado ainda que os conteúdos atmosféricos se tornem diferentes. As emoções humanas não serão controladas pela dita impaciência da vida que possuem. Desse modo, a unidade da paranormalidade de cada um será regenciada por qualidade neurônica de atos bem mais comuns, com atividades que terão resultados rápidos e de satisfação coletiva.
Os genes-íons sementes desenvolverão com exatidão a realidade encarnacionada por unidade de território. Isso não dependerá das heranças deixadas pelas ações ambientais, aquecimento global ou do lixo do lixo do outros lixos do mundo dos outros. A tecnologia da suposta limpeza e pureza será desenvolvida pelo próprio poder cocriador e por outras realidades cósmicas galaxiais herdadas de sistemas de planetas distantes vários milhões de anos-luz da Via Láctea terrena.
O que acontecerá na nova contabilidade a cada 100 anos será outro futuro que suas codificações ainda não estão prontas para compilar aos códigos atuais das organizações que possuem.
A quem canalizar pela intuição o que evita, nem sempre será palavra de Lei o que há de impositivo e pesado na regência da mente e inteligência do passo de suas nações. Qualquer que seja a próxima chamada preventiva do caos vindouro, não se deve considerar como apoio educacional e expansão para outros horizontes de credibilidade. Isto diverge e não pertence ao “castigo de Deus”, muito menos a punições de hierarquias das esferas em outros quadrantes estelares.
Os próximos nascidos não virão com o neurônio instrutivo acoplado ao manual de instrução da idiotice humana. Muito menos será tecido ao passado como lei do “olho por olho, humano por humano”.
A plenitude da Misericórdia Divina possui formalizações que efetuarão inúmeras mudanças gradativas a tudo e a todos.
Não pensem em Deus, sejam o sentido de Deus.
Por todos, amém!”

Beijos, e fiquem na Luz!

Símbolo Pessoal (Patente Magna da Carta Estelar)

Recebemos hoje esta canalização, bastante apropriada para um momento em que fizemos cursos de Tronados, após cuja iniciação os participantes passam a canalizar seu Simbolo Pessoal!

“Olá, Crianças da Luz,
Neste instante de inúmeros momentos, as hierarquias que influenciam o processo de ascensão espiritual contemporânea para cada Alma Persona encarnacionada planetária transladam desde o lado oculto da Luz pelas Boreais Celestes Divinas do Sistema dos Superuniversos. Fazem-no através dos Seres Arcanjos da Bainha da Espada dos Quadrantes do Centro de Fogus dos Orbes do Centro Administrativo dos Conselhos do Sistema dos Arcanjos da Espada da Justiça de Deus.
Tais seres utilizam atribuições de suas funções superiores pela própria expressão da Natureza Suprema de Deus. Assim realizam com particularidade direta e indireta por meio dos Espíritos Luminais de ressonância encarnacional a cada um com o melhor dos raios/íons ascensionais que pertencem aos humanos. Isto se relaciona ao consciente diante das novas trajetórias que acontecerão por fluxos quadrimestrais para além de 2022. Atuaram na diminuição das interpretações intelectuais, desejos em meio ao temperamento de linguagens, símbolos, hologramas e imagens que possam estar vinculadas a arquivos do despertar do sistema do Corpo Emocional. As coerências receptivas entre a memória da intuição por arquétipos de pensamentos eliminam sonhos por pensamentos que se enveredam na descoberta dos sentimentos conscientes. Costumam designar os impulsos vexames do suposto ego, id e superego.
O significado da consciência individual será, portanto, entender e conhecer o autoconhecimento de entender a própria capacidade sobrenatural para o registro histológico da própria Carta Estelar no fator migracional encarnacional com a identificação da sua Patente Magna da Carta Estelar através do símbolo pessoal nas esferas seguintes pelas dimensões.
A diferenciação da carta astrológica por estágio migracional do coletivo planetário por processo adaptacional pertence às raças, gerações, seres e espécimes. Distingue-se quanto ao trato para os Peregrinos do Eterno e os seres Viajantes do Eterno independente de quem seja criança Perolada, Jardineira, Abiku, Cristal, Índigo etc. Ocorre por índice de referência na multivariação dos estágios dos sistemas planetários e galáxias naquilo que provém do princípio como Espírito Matriz do Eterno do Sistema dos Superuniversos.
Assim sendo, nos processos do futuro que se abre, existirão poucos sensitivos que elevarão o padrão do próximo evento. O destino nem sempre é dito para o que não diz que acontecerá. As contribuições Crísticas através de Buda, Mestre Jesus, Maria, personagens bíblicos, espíritas, evangélicos ou quaisquer outros não se unificarão para minimizar cada quadro de crise por consciência individual e muito menos coletiva planetária. Cada evento de destino nem sempre se relaciona a processos de mudanças meteorológicas ou místicas baseadas, principalmente, no desdobramento invisível que afeta todos.
A histologia da vida planetária possui arquivos indefinidos por realizações em meio a ambições, riquezas e poderes ao não embelezar a sabedoria do saber. Ao longo do tempo, cada um dentre todos comunga a busca do objetivo de alcançar as circunstâncias das sensações da insatisfação para o vazio indeterminado por aquisição da procura do sentimento de glória. É o único meio de metas eqüidistantes na inacessível superação da insatisfação pessoal com silêncio cíclico. Tal processo não esgota a própria busca do indeterminado pelo coletivo de superar na suposição da espera de tudo.
As mudanças que serão expressas sorrateiramente pelo pulsar da contagem quadrimestral abrirão a autociência oculta a caminho do arquivo do sistema do 20º Corpo, ou seja, o Corpo do Sol do Eu do Espírito Herdeiro da Árvore do Eloim de Deus (Ara Õran Émi Èmí Èmí Àbíknibí Igi do Eloim de Olorum). Assim ocorrerá quando acontecer o despertar do autoconhecer através do sistema do Fractal do Espírito Submatriz do Espírito Matriz pelas dimensões da trialidade do relógio cósmico galaxial celeste com o relógio cósmico planetário.
No despertar desta subdivisão do dual para o Trino da Monada Suprema se formaliza a Submatriz da Molécula Atomizada do Fogo Vivo do Espírito. Conheçam, pratiquem e exercitem através do Símbolo Pessoal da própria Patente Magna da Carta Estelar a histologia genérica. Além dos 72 nomes de Deus, em meio aos códigos dos Anjos, Santos, Serafins, Querubins e Comandantes Estelares, diferenciem-no entre símbolos e hologramas do coletivo genérico por métodos reikianos com a própria partícula da ciência espiritual. Antigamente, tais métodos eram ocultos e o que imaginavam ser caminho invisível pertence encarnacionalmente à particularidade de todos. Possuir a capacidade no dia a dia do próximo futuro do amanhã chega ao agora de hoje. É o desdobrar para auto descoberta do esplendor do registro espiritual interno exercitado com normalidade ao responder mês a mês o agir agora sem danos ou influência dos arquivos passados.
Queridas Crianças da Luz, permitam que, na expressão de sua Alma Persona encarnacionada, expanda-se o alcance pessoal daquilo que se divide no instante da fusão com seu Espírito: a contemplação da plenitude da própria natureza e qualidade de origem. Que assim ocorra mediante nova engenharia de pensamentos, atitudes e ações para o contato de suas realizações espirituais. Que se purifique na própria identidade do registro/passaporte do Eterno ao exercer o conhecimento do símbolo pessoal com a própria forma multidimensional de ser.
Isso significa que o início da auto transparência começa na coerência da nova direção de mudança sem violar a Vontade de Deus. Ele não escolhe os capacitados por quadros de emoções do imaginável sagrado.
Por Deus, o destino em Si a todos pertence na certeza desta jornada: somos Filhos do Eterno.
O Espírito da Confiança não precisa lembrar que deve ter confiança.
A individualização espiritual terá codificação das condições quando cada encarnacionado exercer a plena potência da própria ciência do autoconhecimento: o que desfrutar no crescimento para a Vida que deva viver.
Sejam abençoados.

Escrito por Égueybê Rá Yam Tôalá
Segunda feira, 01 de Abril de 2013 03:13
http://www.uthoi.com.br

Observação: para melhor esclarecer os procedimentos sobre o desenvolvimento do código do Símbolo Pessoal, conheça os livros do método Eloim Reiki. Temos todos, que podem ser solicitados pelo site ou por e-mail e enviaremos pelo correio.

Fiquem na Luz!