A Morte Não Existe

Mensagens, depoimentos e informações sobre a história da Joyce

Arquivo para Viagens a Abadiânia

Xuxa em Abadiânia com o Médium João

Para quem quiser ver a reportagem da Xuxa na Casa de Dom Inácio, o programa “TV Xuxa” da Rede Globo com a participação do Médium João de Deus, no quadro!”Dom Especial” irá ao ar no dia 22 de Outubro, sábado próximo, a partir das 14h35min 

Curtam!

Fiquem na Luz!

Muitas amigas em Abadiânia

Não posso postar todas as amigas que temos (Joyce e eu) em Abadiânia – mas gostaria citar além das já mencionadas, ainda Miriam Prujá, proprietária da Pousada dos Girassóis, e voluntária da Casa…

Miriam Prujá, proprietária da Pousada dos Girassóis

E não posso esquecer a Lúcia, há muitos anos cuidando da venda de lembrancinhas da Casa e da água energizada. A Lucia era amiga da Joyce, e fez um centro de mesa de crochê, que ainda usamos. Hoje Lúcia vende os livros da Joyce, na lojinha da Casa!

Lúcia, amiga da Joyce e encarregada da lojinha de souvenirs da Casa.

Bom Fim de semana! 

Abadiânia – Viagem maravilhosa! Pura Energia!

Margareth (E), nossa intrépida e destemida guia, Eu e Deni, como antigamente...

Foi uma viagem ótima, apesar de alguns pequenos atrasos na ida. No nosso grupo havia diversas pessoas amigas da Joyce, companheiros das viagens que fazíamos à época. Foi para re-lembrar…. Foi assim o início do nosso despertar espiritual.Voltar paras origens é uma benção…

Jamais devemos renegar os primeiros passos, o primeiro aprendizado, as primeiras experiências…

Voltar para Abadiânia é reconectar com aquele despertar tão lindo que ainda ilumina dentro de meu coração.

São experiências distintas para cada um, mas com um aproveitamento único e peculiar.

Quem souber lidar com estas sensações, com certeza aprimora o seu Ser, sua visão e seu crescimento na espiritualidade.

Amigos e companheiros – de viagens e de jornada – Darci e Bigode

 

Disse Joyce: “Quando fomos a primeira vez àquela Casa, senti mudar radicalmente algo dentro de mim. Tudo parecia passeio, férias, aventura. Mas no fundo eu sabia que era algo muito maior. Não entendia de imediato, mas sentia que algo me tocara profundamente. Fomos até lá para buscar a cura física, mas encontramos alguma coisa muito diferente, que não conseguia definir.”

“Nunca mais deixamos de ir à Casa de Don Inácio que fica na cidade de Abadiânia, em Goiás. É uma casa de cura espiritual. É uma alavanca para o nosso despertar interior, para o nosso crescimento mental, emocional e espiritual. É uma escola de aprendizagem na Terra, pela qual todos deveriam passar. Eu amo aquele lugar, aquela Casa! E vejam: a minha doença física não foi curada lá, mas foi curada pelas mesmas entidades, quando vim para cá. Meu tratamento na Casa foi espiritual, foi trazer o despertar para minha família e amigos. Não foi lá que ocorreu minha cura, mas foi através de lá.”

Vale a pena conferir!

Casa de D. Inacio de Loyola em Abadiânia

Demorei para escrever sobre a Casa de Inácio em Abadiânia, GO, pois é para nós – meu marido e eu – muito emotivo. Foi lá, no Planalto Central, na pequena localidade de Abadiânia, que teve início a nossa caminhada espiritual. Verdadeiramente. A Casa, como é conhecida pelos frequentadores, esta sempre aberta para visitantes que vem do mundo todo em busca do seus caminhos espirituais, e mais comumente em busca de curas para males do corpo fisico e dos corpos espirituais. 

"Seu João", o médium João Teixeira de Farias

 
Tres vezes por semana, às quartas, quintas e sextas-feiras, à partira das 8:00 o “Seu” João atende na Casa, faça chuva ou faça sol, seja dia Santo ou Feriado – Páscoa, Natal não importa. Nos raros dias em que não la esteja, estará atendendo em algum pais distante. 
 
É dificil para a maioria das pessoas entender quanta dedicação é necessária para uma pessoa como João de Deus abrir mão de sua vida familiar para atender com Amor e Paciência infinitos aos milhares de peregrinos que para la acorrem em busca de curas.
 
Fomos la pela primeira vez por volta de 1995/6 em busca algum tratamento alternativo para a rara sindrome de que era portadora a Joyce. E não mais deixamos de ir a Abadiânia.
 
Varias vezes ao ano lá iamos, a Joyce e Eu, ou seu Pai, e não raro nós três,
com o grupo liderado pela Guia da Casa, Margareth Kollet, ou Getti para os amigos. Subíamos num cofortável onibus para enfrentar uma viagem de duas noites e um dia até Abadiânia.  
 

Vista da Casa de D. Inácio na chegada

 
A Casa é aberta a todas as raças e credos sem distinção. O que norteia todo o trabalho na Casa, seja no nosso plano físico ou seja nos planos espirituais é o Amor.
 
O trabalho feito pelas entidades (mais de 30) que atendem na casa, a dedicação de Médium João, a dedicação dos voluntários que trabalham na Casa, a dedicação de Guias como a Margareth só pode ser realizado com Amor.
 
Assim é que a maioria das pessoas que acorrem à Casa, acabam voltando em agradecimento, e para participar das correntes, onde o trabalho consiste em “doar” sua energia para permitir o trabalho da Entidades. E todos vão com muita fé e fervor, em suas buscas. 

nem parece que acabamos de passar 32 horas num onibus...

  

Na chegada, direto para a Casa fazer o nosso agradecimento por uma viagem sem incidentes.
 
E pelo “pique” da turma, nem parece que acabamos de viajar por duas noite e um dia confinados num onibus.
 
A energia da Casa é demais!
 
Todos ansiosos pelo início dos trabalhos!
 
Em seguida, se há pessoas que estão indo pela primeira vez, a guia mostra todas as dependências, e explica o funcionamento da Casa  para que todos se sintam à vontade. Este era o “lugar” da Joyce. Ajudava no Onibus, e depois tirava uma de guia, mostrando tudo para os novatos!
 

Vista da corrente da sala dos mediuns, todos concentrados.

 A Casa tem várias dependencias que, resumidamente são um salão externo com palco onde são feitas palestras; a “sala dos mediuns” (foto ao lado) onde estes ficam em meditação para fazer a “limpeza das dependências, a limpeza e preparação dos irmãos que irão passar pela entidade e a proteção da Casa durante os trabalhos; a “sala das Entidades”, onde João de Deus permanece incorporado por uma das trinta e tantas entidades atendendo às centenas de pessoas que passam por lá diáriamente nos dias de atendimento; a “sala dos passes” por onde todos que forem atendidos pelas Entidades  passam para receber um passe à saída; uma “enfermaria” onde os cirurgiados ficam em repouso, após serem atendidos; uma cozinha onde é preparado uma sopa energizada servida gratuitamente a todos e finalmete uma farmacia onde se adquire passiflora se receitado por um Entidade.
 

"Dr.Augusto" entrando na Sala dos Médiuns"

 Muitas vezes ao inicio dos trabalhos – às 8:00 e às 14:00 – nos dias de atendimento, o Medium João se dirige ao palco e faz uma palestra, seguida por atendimento ali mesmo.

 Depois de atender alguns casos, evidentemente incorporado por uma das entidades, ele se dirige ao seu lugar na Sala da Entidade.

O trajeto passa pela Sala dos Mediuns onde, na foto ao lado, podemos vê-lo como Dr. Augusto.

À partir daí as pessoas fazem o mesmo trajeto para serem atendidos pelas Entidades.

Medium João incorporado por uma Entidade, na cadeira onde atende ao público.

Acima foto do Medium no local do atendimento público. Aí chega a permanecer até mais de 10 horas num único dia, com um pequeno intervalo no meio do dia.

Papo em frente à pousada. Margareth esclarece dúvidas do seu grupo.

 

Ao final dos trabalhos o grupo se reune para trocar idéias.

Os que tem dúvidas então recebem esclarecimentos e orientações da Margareth.

E não podemos esquecer o Chimarrão, indispensável, mesmo lá no planalto central.

Este convívio propicia a troca de informações, e muitos irmão e irmãs avançaram seu conhecimento espiritual nestas rodas de fim de tarde. A troca de informações é importante, já que cada um tem algo a contribuir e compartilhar.

O papo segue...

“A vida é feita de somatórios. Passamos por várias situações e cada uma delas fica registrado no nosso arquivo mental. Abri-lo é como folhar um album de fotografias onde se pode vivenciar relembrando cada fato. São registros que formam nossa existência. É o conjunto do que somos.”

Palavras de Joyce! Assim vamos somando e aprendendo!

Quero encerrar este Post com a imagem de D.Inácio de Loyola – um busto em bronze que esta nos jardins da Casa. É nossa homenagem, e de certa forma o nosso muito obrigado por tudo que Abadânia nos proporcionou, à Joyce, ao John e a mim.

Busto de D.Inácio, nos jardins da Casa