A Morte Não Existe

Mensagens, depoimentos e informações sobre a história da Joyce

Arquivo para vida após a morte

Que a vida continua, não resta a menor dúvida…

Encontrei por acaso esta mensagem, publicada no livro da Joyce, e me pareceu apropriada para o momento atual…

O livro de Joyce

O livro de Joyce

“O ser humano é engraçado!

Sua relação com as pessoas queridas que “partiram” para outra dimensão é puramente material.

Eles guardam fotos, cartinhas, roupas, objetos, brinquedos, todo tipo de coisa que pertencia àquela pessoa, enquanto esteve vivendo junto deles, como se isto simbolizasse ou resumisse a vida daquele que se foi. O entendimento da “morte”, praticamente não existe. Eles a colocam como um ponto final de uma existência, como se a partir dali tudo se acabasse, como se aquele ser simplesmente evaporasse. Só ficando lembranças,
torturas, arrependimentos e perguntas sem respostas.

A morte não existe como um todo. Fica aí o corpo, que é uma vestimenta temporária, mas a essência continua. O indivíduo passa para outra dimensão, apenas isso. Parece misterioso ou incompreensível, somente pelo fato de que, hoje, não podemos ver este Ser nesta outra dimensão. E aquilo que as pessoas não vêm, não acreditam.

Mas isto vai mudar. Num futuro próximo, todos terão a oportunidade de ver e se comunicar com os seus familiares e amigos que já partiram. Vai depender da evolução de cada um. A oportunidade de crescimento está sendo dada: nos livros, revistas, entrevistas, televisão, jornal. Em todos os locais estão sendo semeados assuntos para despertar a atenção a estes fatos polêmicos. Muitos exemplos estão sendo apresentados, muitas experiências estão sendo vividas e transmitidas, mensagens em sonhos,
pensamentos estranhos, sensações…

Devemos estar atentos a tudo o que acontece em nossa vida e parar de desconfiar e duvidar dos fatos. Se ficarmos quietos, observando, escutando e refletindo sem julgar, estaremos nos dando a oportunidade de entender o que está nos sendo ensinado.

Que a vida continua, não resta a menor dúvida. Estou aqui como prova disto. Mas para muitos de vocês não deve ser o suficiente, pois não me conhecem nem me estão vendo.

A única maneira de obterem a prova é através de vocês mesmos. Abram o coração, libertem as amarras do medo e da dúvida. Não questionem nada, apenas sintam. Deixem que a pureza da alma se manifeste. Entreguem-se e reflitam. Conectem-se com o Ser Supremo e ele dará as respostas. Acreditem no que sentirem e pressentirem. Isto é de vocês para vocês. Não comentem, guardem para si. É o começo do despertar, do crescimento, da verdade.

É sua sabedoria milenar ressurgindo de seu interior. Ela sempre esteve lá, mas agora podem libertar-la. Façam uso dela para crescer novamente. Lancem mão das armas que já foram suas e pratiquem o que já sabiam: o amor, a compaixão, a doação. Com estas armas, vocês conseguirão lutar e conquistar seu espaço eterno. Levarão consigo cada irmão que está a seu lado e uma nova realidade surgirá. Um novo mundo, sem guerras e
desigualdades se formará. E neste momento, após sua purificação, vocês estarão também vibrando, junto com o planeta, numa dimensão superior, com valores nobres e verdadeiros.

A luta já começou. Muitos estão no meio da batalha e nem se deram conta. Mas aproveitem estas palavras para acordarem e se ajudarem, para que o processo seja mais rápido, consciente e eficaz.

Inspirem profundamente a energia pura da natureza e expirem com força, pela boca, colocando para fora tudo o que atrapalha, que pesa, que dói. Expilam as dúvidas, os sentimentos inferiores, os ressentimentos. Respirem amor e ponham para fora o rancor, o ódio, a inveja, tudo o que pesa, pois já não é mais seu.

Façam este exercício diariamente até sentirem que não têm mais coisas ruins para expelir.

A partir daí, uma nova vida surgirá. Vocês viverão no amor, na harmonia, na doação. Tudo será mais leve e aos poucos suas vidas tomarão outro rumo. Tudo começará a se “encaixar”, os valores mudarão, os objetivos simplificarão. E vocês se perguntarão: “Puxa, por que não pensei nisso antes?”. Pois agora vocês terão a prova que é possível mudar e crescer. Resta então, continuar, porque esta foi só uma etapa. Temos que continuar, praticando sempre, ajudando o próximo, dando as mãos para aqueles que ainda estão “tateando no escuro”, pois têm olhos, mas não enxergam.

Cada um tem o seu tempo e temos que respeitar, sem deixar de ignorar. Quanto mais auxiliarmos o próximo, mais rapidamente formaremos e viveremos num TODO melhor.

Façam a conta: se despertarmos o amor num irmão levaremos em tempo “x”, se despertarmos em dois irmãos levaremos a metade do tempo, se for em quatro, será num quarto de tempo. E se cada irmão despertado fizer o mesmo? Vejam a responsabilidade que temos! E confessem: Não é tão difícil, não é mesmo? Tenho certeza de que conseguiremos. Todos são bons, são filhos do mesmo Pai e queremos o mesmo bem. Então, mãos à obra!”

Joyce Grossmann

Joyce Grossmann

Joyce (22 de outubro de 2003)

Beijos, e fiquem na Luz!

Karla Regina – Juiz de Fora MG.

Olá minha mais nova amiga!

Meu nome é Karla, tenho 41 anos e três filhos. Um com 19, 8 e uma menina de 2 anos!

Fico maravilhada com leituras espíritas.
Estava de férias agora por esses dias, quando fui a uma livraria em João Pessoa na Paraíba, e como de costume vou direto aos livros espíritas. Lá me deparei com o livro seu, falando de um tema pelo qual sou apaixonada e muito curiosa: O que dizem à respeito da comunicação entre os que já se foram! Sou Kardecista há muito tempo, mas nunca me aproximei muito. Vou para assistir palestras e tomar um passe mediúnico. Meu marido que se chama Henrique já gosta mais da umbanda, que foi citado pela Joyce.
Gostaria de manter contato sempre que possível com você, pois preciso muito evoluir. E você para mim foi um exemplo de que isso pode ser possível quando se tem vontade, e isso é o que não me falta!
Moramos em Juiz de Fora MG, e não sei onde posso participar de cursos que me ajudariam. Mas mesmo assim gostaria muito de ter você como uma pessoa, se não se importar, com a qual poderia falar sobre minha vida e ter um ombro amigo para desabafar e buscar nesta vida, o entendimento de muitas coisas!
Desde já agradeço a sua resposta que me valeu muito, e que me deixou muito feliz!
Karla Regina